domingo, 25 de fevereiro de 2018

EM 23 DE JULHO DE 1968 COMEÇAVA ASSIM...


Em 23 de Julho de 1968, começava assim. Era a partida para a Guerra do Ultramar. Ao comemorarmos os cinquenta anos da nossa partida, vamos repor de uma forma mais contínua, isto é: com mais tempo de exposição visual o filme que foi feito pelo nosso Alferes Magalhães. Claro. A imagem não é a melhor mas atendendo ao tipo de máquina na altura, foi o que se pode arranjar. Ora então aqui vai. Vamos então recordar!

PARTE 1



PARTE 2


Para a próxima vai o resto!

Com um grande abraço e um resto de um ótimo domingo para todos me despeço.

SANTA


1 comentário:

  1. Outra vez de alma cheia! Fui surpreendido. Não conhecia os vídeos a não ser a parte relativa ao embarque no Cais da Rocha em Lisboa. São autênticos tesouros que deveriam ser melhorados e preservados por quem de direito.
    Obg. Santa.
    É quase 1 hora de emoções, pois lembro-me bem da maioria daqueles lugares. Até consigo aparecer a ponta-esquerda num jogo de futebol contra uma equipa visitante (Catur? Massangulo?)a receber um passe do Vale.
    Acima de tudo parabéns ao realizador M.Magalhães já com "tiques" avançados para a época! Há que candidatar estas "curtas metragens" para Berlim ou Veneza! Só está a faltar para lhes dar mais incremência a banda sonora de fundo (não é Soares? Isso para o amigo é "canja").
    Entretanto, aqui vai algo polémico, sabem que na missão de saudade em 2010 visitei aqueles mesmos lugares. E, comparativamente, com as imagens destes vídeos, quase posso afirmar que as populações de então parecem mais abertas, descontraídas e felizes, quem sabe, talvez, devido à "tropa fandanga" que nunca lhes quiseram mal. Enfim, vale o que vale, pois até já se passou meio século e poucos são os interessados na guerra colonial!
    Aproveito para desejar rápidas melhoras ao realizador M.Magalhães e dizer-lhe que continua a fazer falta à Companhia.

    ResponderEliminar