05 março 2021

SAUDADE...

 Saudade. É verdade. Foi notícia no nosso blog. Faz hoje um ano que faleceu o nosso Presidente da Delegação de Coimbra, José Soles Girão. Hoje, rumamos á sua campa (o Presidente, Dr. Paiva o Vice Presidente José temido eu e a sua esposa) par lhe prestar uma homenagem sentida. Dizem que não á insubstituíveis. Pois eu não acredito muito nesta palavra. Porquê? Porque a partir do seu falecimento nada voltou a ser a mesma coisa. Era um homem com conhecimentos extraordinários muito amigo de ajudar os outros, deficientes ou não, um homem sincero em quem se podia confiar. Deixou-nos quando a A.D.F.A mais precisava dele como lutador pelos direitos dos deficientes militares. Ele e o Comendador José Arruda eram dois pilares da Associação. Desapareceram no espaço de um ano entre eles. Girão, serás sempre lembrado por todos nós bem como o Arruda. Que as vossas almas estejam em paz.

         SANTA


28 fevereiro 2021

A CAMINHO...

Estamos no bom caminho da nossa liberdade do dia a dia para podermos ser normais na nossa vida. Espero que todos saibam compreender estes novos dias que vamos ter pela frente e respeitar as normas de saúde que nos são impostas ou seja: o confinamento, para que possamos já para verão gozar as nossas férias como elas devem ser gozadas.
Acabei de ler o livro de poesia do nosso conhecido Carlos Silva e não fiquei indiferente a este poema: Évora -  MURALHAS A DENTRO.

As tuas belas cantigas
Que as raparigas
A voz lhe dão
Cantando ceifam espigas
Cigarras formigas
Que lindas são

Searas ao vento onduladas
Pelo sol douradas
Se perdem de vista
De papoilas salpicadas
Ao molho atadas
Nobre conquista

Évora terra bela
Louros à janela
De glória e fama
Tem os ossos na capela
Orgulhoso com ela
O Templo Diana

Planície de verdes prados
Extensos montados
Sobro azinho
Solares abrazonados
Campos semeados
De pão e vinho

Os teus museus e mirantes
Recebem visitantes
Com amizade
Nomes ilustres e sonantes
Dão-te cidade
Toda a humanidade

As tuas pedras lavradas
À mão trabalhadas
Com arte esculpidas
Decoram velhas arcadas
Em estátuas Armadas
De branco vestidas

Desde as portas de Aviz
Largo do Chafariz
Giraldo ao centro
Deus para te ver feliz
Uma a Sé e a Matriz
Muralhas a dentro

Princesa do Alentejo
Doce desejo
Tudo és para mim
Sou quem te quer bem
Me perdoe minha mãe
Se não a amei assim.

             CARLOS. SILVA

   Por hoje, neste belo Domingo cheio de sol adivinhando já a chegada da Primavera, término enviando um grande abraço para todos com os votos de muita saúde e uma ótima semana com tudo de bom.

                       SANTA

23 fevereiro 2021

VAI MUDAR?

Será que viver a nossa vida do dia a dia vai voltar em liberdade? Será que tudo vai voltar como dantes? Tenho sérias dúvidas. Que saudades já se têm dos convívios familiares, dos passeios em família, das viagens no nosso país e no estrangeiro, isto para já não falar da falta de aulas presenciais e o convívio nas escolas e tantas outras coisas que podia acrescentar...
Quando foi a calamidade das Torres Gémeas, foi dito que o mundo não voltava a ser o mesmo. Agora com esta pandemia tudo voltará a ser como dantes? Acho que não. O medo ficará instalado por muito tempo nas pessoas exceto na aquelas que levaram o tempo a brincar com a situação.
Mais um ano (em princípio) em que não se vai realizar o convívio da 2415. É mau, porque se começa a perder o contacto com os nossos companheiros. Alguns ainda contactam pelo telemóvel mas destes alguns, são muito poucos. Tudo se começa a perder no tempo. Hábitos que vão ser difíceis de retomar pois o medo vai estar sempre presente. Cada um de nós tem que zelar pela nossa vida, como por transmissão, zelar pela vida dos outros. É uma obrigação zelar pela nossa vida  bem como pela vida do nosso planeta. O homem, com a sua ambição, continua com a ganância de conquistar outros planetas quando não consegue governar este! Tantos milhões se gastam nesta conquista, quando neste planeta tantas crianças morrem á fome e tanta gente não tem uma casa modesta que seja para viver.
Que tudo possa voltar á normalidade são os meus votos. Que a liberdade da nossa vida diária volte.
Desejo a todos uma ótima semana com muita saúde.
Um abraço para todos
  SANTA

14 fevereiro 2021

O SOL ESTÁ DE VOLTA...

 Ainda bem. O sol está de volta. Por agora chega de chuva. Hoje está um lindo dia com o sol brilhando. É lindo ver a passarada cantando como lhe dando as boas vindas. O tempo é mesmo assim, dá-nos o mau e o bom só esperamos é que este maldito vírus se vá embora para poder gozar a parte boa em liberdade e realmente poder gozar o sol magnífico que temos pela frente.

Tendo acabado já algum tempo de  ler o livro do nosso saudoso Carlos Silva (AS CORES QUE A VIDA TEM, 465 páginas) Faltava-me ler outro livro dele que tem por título "Os meus poemas P´ra Outras Músicas". Sendo assim, não me escusei de publicar no nosso blog mais um poema (deste novo livro) de sua autoria a que ele deu o nome: "AO MOURAL E AO GADO, AÇORDA E PRADO". Um poema que contém algumas palavras que são genuínas do Alentejo.


Vamos lá então:


Dizem que nasci moural
Como o sobreiro do chaparro
Forrei de pele o bornal
De cortiça fiz um tarro

O Zé moural encaminha 
A vara para o montado
Vai atirando a pedrinha
Onde não chega o cajado

Pôs o lenço de manhã
Ao pescoço apertado
Um raminho de hortelã
À orelha pendurado

A lande de azinho
É mais doce do que a de sobro
Gostas de mim amorzinho
Eu de ti gosto o dobro

Quando a boleta acabou
Sem ofender o patrão
À alfeirada bradou
À porcos daquele ladrão!

Cantam cigarras no verão
D'inverno choram ribeiras
Não te dou meu coração
Com medo que o não queiras

Sempre assim fosse, quem dera
O gado de barriga cheia
A companheira que o espera
È dona açorda pra ceia

O cão obdece como um amo
Ao redil o povilhal
Assim faz todo ano
A vida de um moural

Não sou feliz sem amar
E de quem gosto não ver
Eu nunca me hei-de dar
Sem liberdade não ter

Faz da choupana seu monte
Usa samarra e safões
Arma o bardo de fronte
Pr'fugentar os ladrões

Do alentejo não abala
Nem que o levem forçado
Só uma vez fez a mala
Pra tropa foi obrigado

Vai cantando P'las herdades
Com rouxinóis aprendeu
Sei que de mim tem saudades
Mas não tantas como eu

Parte da vida vaqueiro
 Outra parte fui pastor
Sou moural a tempo inteiro
Porque ao gado tenho amor

Se na planície me perder
Nela me hei-de encontrar
Não se me dava morrer
Se o céu assim me aguardar.

Assim termino por hoje, desejando a todos um bom resto de domingo  e uma semana que se aproxima com muita saúde
 
Um abraço 
 SANTA








               

06 fevereiro 2021

EFEMÉRIDE...

Faz hoje cinquenta e dois anos. Seis de Fevereiro de 1969. Mais uma tragédia acontecia na Guerra Colonial. Rio Corubal  na Guiné. Na passagem deste rio, na estrada para Nova Lamego, virava-se uma jangada que levou consigo para a morte 47 militares portugueses e um nativo. Era mais um facto triste numa guerra que nunca devia ter existido. Para as famílias, mais um momento de dor que se iria prolongar até aos dias de hoje. Além de perderem os seus ante-queridos, nunca poderiam fazer o verdadeiro luto por ausência dos seus corpos. PAZ ÁS SUAS ALMAS.
                     
               SANTA

04 fevereiro 2021

FAZ HOJE 60 ANOS...

Quatro de Janeiro de 1961. Começava a Guerra Colonial em Angola. Foi uma data que iria marcar os anos seguintes. Angola 1961, Guiné 1963 e depois Moçambique em 1964. Aqui começava o martírio. Era a Guerra a entrar no seio da juventude de então. Ela iria fomentar a tragédia, a dor, o luto e tristeza nas famílias pois rapidamente começou a mobilização em massa pelo efeito de também Guiné e Moçambique terem entrado no mesmo cenário. Foram anos de horror que iriam terminar numa data marcante: 25 de Abril de 1974.
Enquanto for vivo um combatente da Guerra  Colonial ela não se apagará das nossas memórias. Quando morrer o último combatente, que haja alguém que continue a honrar aqueles que nela combateram e os que nela morreram.

      SANTA

01 fevereiro 2021

SAUDADE...

O NOSSO BLOG NÃO PODIA FICAR INDIFERENTE. FAZ UM ANO QUE NOS DEIXOU UM HOMEM QUE LUTOU PELOS DIREITOS DOS DEFICIENTES DAS FORÇAS ARMADAS. O COMENDADOR JOSÉ  ARRUDA. SAUDADE ETERNA.
  SANTA

27 janeiro 2021

É DE ACREDITAR?...

É verdade. Acabei de ver na televisão uma notícia que eu julgava ser mentira! Mas afinal a notícia é verdadeira. Só que eu julgava que não fosse no nosso Portugal, mas é! Em MIRANDA DO CORVO existe um hospital completamente equipado que já foi inaugurado á dois anos. Então não é que na situação que o país atravessa, e aqui na zona centro Hospitais da Universidade e Hospital dos Covões, (este já era para estar  fechado), já super lotados e mesmo assim este hospital continua fechado? Por aquilo que me deu a perceber foram dez milhões que se deitaram fora, utilidade: zero! Mas afinal que país é este? Expliquei-me! 

  Não digo mais nada. 😖

Um abraço.
 SANTA

26 janeiro 2021

DIVAGANDO...

Divagando pelo tempo, foi no dia 26 de Janeiro de 1969 faz agora cinquenta e dois anos que eu dei entrada na Cirurgia do hospital de Vila Cabral, agora Lichinga. Começava aqui a ser traçada a minha aventura que iria me dar a passagem por diversos hospitais ( além de Vila Cabral, Nampula, Lourenço Marques e anexos do hospital Militar de lisboa os conhecidos "galinheiros) onde as peripécias foram muitas. Houve de tudo. Desde as  viagens com história, médicos, consultas e a saudade dos meus companheiros da 2415. Sim. Eu a partir daqui, iria conhecer novos colegas e criar novas amizades mas a malta da 2415 estava sempre presente na minha mente. Houve outras coisas mas já foram aqui contadas no início do nosso blog. Muita gente não sabe o que eram os hospitais militares na altura. O que se passava naqueles quartos e corredores. É por isso, que hoje, ainda tenho uma certa aversão em entrar num hospital. Mas o tempo passa e o que agora vejo nos nossos hospitais por causa da pandemia faz-me lembrar muita coisa que vi pelos hospitais onde passei. Hoje, os nossos hospitais parecem estar a ser uma cópia deles. Claro, não pela guerra mas muito por causa desta pandemia que também parece uma guerra de outra dimensão e de outra natureza.

 Nunca pensei que o nosso país tivesse que atravessar uma situação destas. E nós, que andamos na Guerra Colonial estamos a passar por outra doutra espécie mas que não deixa de ser uma guerra desta vez contra um inimigo que aos nossos olhos é invisível. Eu já não sei se é um inimigo invisível se são três! Mas a este respeito, há mais inimigos, são aqueles que não respeitando as regras de confinamento e nós não sabemos quem são. São outro tipo de pandemia mas sabem o que fazem, logo, sabendo o que fazem são criminosos.

É impressionante ver pessoas, que depois de verem divulgados através das redes sociais os números de mortos e de infetados, as imagens que nos dão a ver dos hospitais, ainda há pessoas que brincam com a situação. Eu sinto medo quando tenho que ir (geralmente ao Continente passe a publicidade) fazer compras para aminha alimentação e ver o que vejo. Vejo pessoas que andam de máscara porque são obrigadas. Muitas chegam cá fora e baixam-nas logo para o pescoço. Quanto á distância muita gente não quer saber e mesmo quando são chamadas para a irregularidade ainda nos tratam mal. Sendo assim, estas pessoas são as pessoas educadas deste país. Desculpem, enganei-me. São as pessoas estúpidas e mal educadas deste pais!

 Nada mais por hoje. Só me apetece dizer: não sei onde isto vai parar! Pela parte que me toca tenho muito medo e tenho em casa duas pessoas oncológicas que não sabem quando vão ser vacinadas.

 Um grande abraço desejando para todos muita saúde. Protejam-se!

                                                          SANTA


18 janeiro 2021

indignado...

 Disse alguém uma vez (julgo que foi Mário Soares) que todo o cidadão tem direito á indignação. Pois bem. Hoje sou um deles. Estou indignado e triste, por ver o nosso querido Portugal na situação em que está por causa da pandemia. Estou indignado por saber que existe tanta gente que brinca com a situação havendo em certas alturas uma atitudes de gozo e desprezo por quem tem mais educação e respeito que eles. Ainda á poucos dias tive que ir comprar géneros alimentícios (sim, temos que comer) e estava numa fila em que as pessoas não cumpriam com o distanciamento. Eu, com boa educação disse: por favor, mantenham o distanciamento. Já viram que estamos em cima uns dos outros. Qual foi a resposta? Um dos senhores disse: se tem medo compre um cão ou vá para casa. Não sabia que havia tanta estupidez e falta de respeito demonstrada por alguns seres deste país! Vão-me desculpar mas estas pessoas que não respeitam o confinamento e algumas delas infetadas, são criminosas á luz da lei. O que eu vi ontem em diversos canais de televisão, não passa de uma falta de vergonha e uma má educação descarada. Algumas respostas que eram dadas aos jornalistas eram de uma mediocridade tal que a impressão que deixavam era um ato de gozo para quem cumpre. Para eles, que guardem a sua estupidez e falta de educação e respeito bem guardada na sua cabeça, pois ela não tem lugar para mais nada de bom! Ver tanta gente a passear sem máscara todos em cima uns dos outros e um carro patrulha da polícia passando entre eles como nada de grave se estivesse a passar, bom... Muitas vezes pergunto a mim mesmo: será que essas pessoas ao verem as imagens na televisão sobre os hospitais o cérebro deles não para um pouco para pensar? Eu assusta-me ver aqueles doentes ligados aquelas máquinas com médicos e enfermeiro de volta deles. Logo penso: eu não quero passar por aquilo. A todo o custo, vou cumprir eu e os meus todas as normas de segurança que me é possível para meu bem e para bem dos outros mesmo aqueles que assim não pensam. Já agora. As pessoas que não respeitam as normas de segurança, já pensaram se eles ou alguém da família tiver um acidente ou ser acometida de uma doença súbita (não covid) têm que ir para o hospital e estarem horas para serem atendidas? Pois é. É bom lembrarem-se pois o mal espreita sempre atras da porta! Lembrem-se ainda daqueles profissionais de saúde que todos os dias (24 horas sobre 24 horas) dão o seu melhor para salvar vidas deixando a deles para traz. Par todos eles o nosso orgulho e um obrigado do tamanho do mundo.

Ainda ontem, um certo senhor deu um jantar num restaurante para cerca de 170 pessoas. Na situação em que se está por causa da pandemia e sendo o senhor candidato a Presidente da República não devia dar o exemplo? O dono do restaurante não devia ter pensado nos seus colegas que estão a cumpri as leis? Vamos ver o que vai dar. 

Eu não quero ofender ninguém, tudo isto não passa de um desabafo, é um desabafo daquele que gostava que todos se respeitassem uns aos outros cumprindo os deveres que nos são impostos para que possamos rapidamente ter a liberdade que tinha-mos no nosso dia a dia antes da pandemia. Se pensarmos bem, a conquista dessa liberdade está nas mãos de cada um. Se formos responsáveis no nosso dia a dia e pensarmos na nossa saúde e na saúde dos outros tudo será melhor

Termino, fazendo votos para que todos parem para pensar. A situação não é boa. Todos juntos se dar-mos as mãos ao civismo á boa educação e ao respeito tudo vai melhorar.

    Sem mais por hoje, desejo a todos uma ótima semana especialmente com muita saúde .

                                                                SANTA

16 janeiro 2021

NESTE TEMPO...

 Neste tempo de pandemia em que o dia a dia se tem tornado cada vez mais pesado pelo maldito "bicho" que não nos larga não só por sua culpa mas também por culpa de muitos dos seres humanos que teimam em tratar a situação com leviandade extrema e uma falta de respeito sem medidas. Ainda á poucos dias , foram detetadas numa fila do Continente em Coimbra, nove pessoas que estavam infetadas e que deveriam estar confinadas em casa. Quando o segurança disse que ia chamar a polícia cada uma fugiu para seu lado! Eu pergunto: qual o nome que se pode chamar a estas pessoas? Na minha rua o "bicho" já atacou e em alguns que levaram a coisa a brincar, agora que aguentem! Eu sei que o confinamento é mau para todos, mas acabar com ele está nas nossas mãos. Se cada um de nós cumprir com o que está determinado pela DGS é meio caminho andado para o seu fim.

Mas vamos deixar tudo isto para traz e vamos mudar de cenário, relembrando o meu amigo e saudoso Carlos Silva com algumas passagens do seu livro "AS CORES QUE A VIDA TEM". É uma maneira de tranquilizar o nosso espírito.


O que é o ano...

O ano é um livro e 365 folhas que cada dia é uma folha que á noite vai desfolhando dividido em doze capítulos ilustrados cada capítulo é de um dia a um mês, o ano, morre de doze em doze meses para voltar a nascer, como vês, passa a vida nisto, é como o sol a romper e a pôr-se que, é o mesmo que dizer: a nascer e a morrer, mas o homem não volta de novo a ser novo porque só nasce e morre uma vez.


Para que queres tu o corpo a mente e as mãos?

Falamos muito da nossa alma, do nosso corpo, do nosso coração, das nossas faculdades, dos nossos membros, dos nossos órgãos interiores porque todos tão úteis nos são, mas falamos pouco das nossas mãos. Como não fossem elas que nos lavam o rosto, nos levam á boca o pão, que cumprimentam e afagam, se erguem e se elevam em oração. O trabalho reflete-se nos calos da mãos. Os braços com as mãos é que abraçam. O beijo de respeito é o beijo na mão. As mãos falam, as mãos indicam, as mãos defendem-nos, as mãos que jeito nos dão, por muito pouco que elas façam são as mãos a expressão do coração.

                                                                                   CARLOS SILVA


E é assim. Vamos continuar no nosso dia a dia e que saibamos respeitar os outros e bem gostaríamos que eles (os outros) nos respeitassem a nós.

Para todos um grande abraço e um bom fim de semana. Cuidem-se! 

                                                                    SANTA


08 janeiro 2021

ORA AÍ ESTÀ...

 Ora aí está! Dia 8-1-2021. Que bonito, 118 mortos e 10176 infetados com o nosso amigo vírus! E porquê? Porque graças a uma parte das pessoas que só têm areia na cabeça e falta de vergonha e respeito para com os outros que ainda têm cérebro e pensam , alinharam em festas de Natal (perdão festas do pai Natal) desobedecendo a tudo quanto foi dito pelas autoridades sanitárias. Enquanto uns se deram ao respeito ás ditas medidas, outros com a sua esperteza estúpida criaram a situação que agora estamos a viver. Qual o resultado? Paga o justo pelo pecador e pagam todos aqueles que nos hospitais sem férias sem Natal  sem Passagem de Ano e trabalhando sei lá quantas horas, dizia pagam, para que uma data de gente sem lei nem educação se comportam sem vergonha e nem olhem para os números da pandemia como tudo esteja a ser uma brincadeira. Hoje a coisa ainda está assim, queiramos nós que a situação não piore.

Para aqueles que que não têm respeito por ninguém, olhem para si próprios e tenham vergonha!

          SANTA

01 janeiro 2021

ACABADO DE NASCER...

    VIVA O ANO NOVO! Olá 2021!  Nasceste há poucas horas 👶!   Agora vou te dizer: Ganha juízo e porta-te bem. Não queiras ser como o anterior. Que sejas mais bonzinho e que não nos pregues partidas! Assim, quando te despedires de nós lá para o fim de Dezembro que possamos todos fazer uma grande festa e que partas com alegria! O teu antecessor portou-se muito mal, não queiras ser como ele. Começa já a pôr a casa em ordem acabando com o vírus e pondo os nossos políticos na linha! Acaba com a corrupção ... bem, tu sabes o que a gente quer! Portanto, torna-te homem bom para teres depois uma despedida em beleza! ATÉ LÁ!


                       PARA TODOS UM BOM ANO!

                                   

                   

                             SANTA

                                

30 dezembro 2020

MAIS UM ANO...

 Mais um ano. Está a chegar ao fim o ano 2020! De uma maneira geral (julgo eu) não deixa saudades. 

Está quase a nascer o 2021. Esperamos todos que seja um bom ano, um ano cheio de boas notícias e principalmente que nos traga muita saúde, pois mesmo que o resto seja bom, sem saúde a felicidade já não é a mesma. Que 2021, seja o ano em que a nossa liberdade aos poucos volte ás nossas vidas e que a pandemia nos deixe em paz. Já chega!

Esperamos também que o 2021 faça com que o homem traga mais paz ao mundo, que o homem se entenda através do diálogo mas um diálogo feito com amor respeitando tudo e todos. Misturando o respeito com a educação e o amor ao próximo, é meio caminho andado para o estabelecimento da paz entre toda a humanidade. Que bom seria se o homem assim pensasse. O que a humanidade iria beneficiar com esta mistura bem feita. A esperança é a última coisa a morrer. Vamos todos acreditar que o ano 2021 nos traga algo de bom não só que a pandemia termine mas que os nossos políticos comecem a lembrar mais daqueles que precisam e não encham os seus bolsos que já rebentam pelas costuras! Não se lembrem só de nós quando é para votar. De lérias está o mundo cheio, precisa-se é de boas acções. Vamos então esperar por 2021...

A todos os companheiros da 2415 que ainda estão entre nós e seus familiares, bem como aos familiares daqueles que já partiram, deixo aqui os meus votos de um bom Ano de 20121 com muita saúde e muita paz. Que ele vos traga para a vossa vida aquilo que mais desejam.

Votos de também de um bom ano com tudo de bom para aqueles que visitam o nosso Blog.

 Com um grande abraço e até a 2021.

                                                                              SANTA



                                                                

                    

24 dezembro 2020

NATAL


O tempo corre a tão alta velocidade que nós nem damos por isso. Ainda nos parece que o Natal foi á tão pouco tempo
 e já estamos novamente a comemorá-lo. Em 2019, quando comemorávamos o Natal, quem é que pensava que o ano 2020 iria  pregar a partida a cada um de nós com a oferta do Covid 19? De certeza que ninguém. Sendo assim, este ano o Natal não vai ser o mesmo para as famílias. As consoadas por este país fora, vão ser muito diferentes para alguns pois para outros é tudo á balda... Pela parte que me toca, é cada um no seu canto e aqui, entra a alta tecnologia para contactar-mos! As regras assim o exigem para bem de todos.

Mudando agora o cenário. No Natal, é bonito ver as pessoas a desejar Boas Festas e muita saúde tudo de bom, pratica-se o bem etc, etc. Dizem alguns que é o espírito Natalício! Mas então porque é que não se prolonga para além do Natal? E complementam ainda, que o Natal é paz amor e reconciliação. Claro que devia se verdade. Não passa tudo de uma ilusão. Porquê? Porque ao ver-mos as notícias, aparece sempre coisas que nos chocam e que todos fecham os olhos e tudo se deixa passar. Deve-se olhar para os mais desprotegidos etc etc depois, veja-se as imagens do lar de Pisão e de tantos outros alguns clandestinos. Onde anda a fiscalização? Pessoas idosas espalhadas pelo interior do nosso país entregues a si próprios, gente que não tem que comer nem para eles nem para os filhos. Ampliando mais o quadro, é olhar também para o que se passa em todo o mundo em que cada dia se nota pais falta de amor e pás. O ser humano cada vez se entende menos. O espírito natalício de que se tanto fala nestes dias, devia ser o mesmo espirito para todos os dias senão, não faz sentido celebrar o Natal e tudo aquilo que nele está contido. O Natal é o fio condutor para que todos nós ao longo do ano possamos ser melhor em todas as coisas.

O Natal, não é só comes e bebes e prendinhas! Muitas vezes dá-me a impressão que é o Pai Natal que se comemora. Celebrar o nascimento de Jesus, que é isso? Dizem alguns. Então o dia 25 de Dezembro é feriado porquê? Eu digo: Porque se comemora o nascimento em Belém de Judá do Filho Deus. De outra maneira, nada justificaria celebrar-se este dia. Seria um dia igual a qualquer um. Concluindo: enquanto o homem não se convencer que é ele que pelo seu modo de vida está a pôr o mundo em risco por mais lindas palavras que se digam nesta altura não á Natal que nos valha! Que o homem neste Santo Natal se debruce sobre si mesmo pense e tente ser melhor e que aquilo a que chamamos conceito de família não se perca no tempo.

Vou terminar, desejando a todos os companheiros da C.Cav2415 e seus familiares bem como aos familiares daqueles que já partiram, um Santo Natal com muita saúde e muita paz, o mesmo para todos aqueles que acompanham o nosso blog.

                  Despeço-me com um grande abraço. Santo e feliz Natal

                                                           SANTA

22 dezembro 2020

MENSAGEM DO COMANDANTE


Encarrega-me o nosso MAIOR, António Amado, 
de transmitir a todos os elementos da
 BRIOSA 2415 e seus Familiares os votos de

BOAS FESTAS DE NATAL
PRÓPSPERO ANO NOVO

o que faço com muito gosto, também em meu nome 
 e no dos outros colaboradores do Blog,
votos extensivos a todos os nossos visitantes!

 

14 dezembro 2020

A HISTÓRIA CONTiNUA...


É verdade. A história continua e parece que não vai ter um destino feliz. Posso ser aborrecido em voltar a falar deste assunto ou seja, do Centro de Saúde Militar de Coimbra. Mas, se não formos nós a dar voz a esta situação difícil mais depressa ela se torna impossível. Mas, no meio de tudo, parece que o destino do Centro M. De Saúde de Coimbra já está traçado sem que haja vontade de quem possa reverter esta situação: Chefe do Estado Maior das Forças Armadas e Ministro da Defesa Nacional. Nós, ADFA Delegação de Coimbra, conjuntamente com as forças políticas desta cidade (Coimbra) estamos a fazer todos os possíveis para que devolvam todos os serviços ao Centro de Saúde Militar  e que tudo volte á normalidade daquilo que tão bem sabiam fazer em prol dos militares no activo, militares reformados, GNR, PSP e Deficientes das Forças Armadas muito especialmente aqueles que usam próteses.
  Daqui, deixamos o nosso desapontamento no que diz respeito ao Presidente da Câmara Municipal de Coimbra Dr.Manuel Machado que até esta data nada tem feito para salvar  esta prestigiada unidade de saúde e ela desapareça de Coimbra com todas as valências que tinha. Tanta coisa que já desapareceu desta cidade está será mais uma? Ao contrario, está o Presidente da Câmara Municipal do Porto na defesa do Hospital Militar da sua cidade. Já agora, só para desabafar, o Dr. Manuel Machado sempre que foi Presidente da C.M. Coimbra nunca respondeu a qualquer convite que lhe foi feito para as festas de aniversário da Delegação de Coimbrã ou mandou seu representante ao contrário de outros seus colegas que foram presidentes, isto ao contrário de todos os outros presidentes de Câmara de outra cidades onde existem outras delegações. Vamos lá saber porquê. Mas, foi só um desabafo!

Vamos esperar. Com ajuda das forças politicas desta cidade representadas na Câmara Municipal se consiga levar a bom porto este assunto. Que haja vontade política para que o bom censo venha ao de cima para que tudo se resolva a contento de todos.
Não sendo a opinião de alguns, ( e deles temos pena ) mais uma vez digo, para que Estado Português não esqueça ( como esqueceu os da grande guerra ) aqueles que deram tudo da sua juventude numa guerra injusta e que agora estão no fim das suas vidas e tanto precisam.

Num dia escuro e chuvoso, escuro como este assunto, espero que venham dias mais alegres.
     Para todos um grande abraço
                     SANTA

07 dezembro 2020

NUNCA É DEMAIS...

 Nunca é demais lembrar aqueles que já partiram e nos quiseram bem. Relembro uma vez mais no no nosso blog o vazio que foi deixado por Eduardo Lourenço no seio de todos nós. Relembro com uma foto (julgo que foi da última visita que fez á Associação) o momento do grande discurso a que fiz referência no artigo anterior.


                                          Foto ADFA

Já agora, uma das frases dele no seu discurso: 

"Eu nunca posso falar sentado para os membros desta Associação, que viveram de pé e se sacrificaram pelo que é a herança do nosso País em momento delicado"

SANTA





01 dezembro 2020

HOMENAGEM...

Faleceu Eduardo Lourenço. Um homem extraordinário. Tive a sorte e ao mesmo tempo o prazer de estar com ele e trocar algumas palavras, num aniversário da Associação dos Deficientes das Forças Armadas em Lisboa onde fez um discurso fenomenal quase de uma hora em que a sala repleta se manteve em silêncio total. Esteve sempre ao lado de quem combateu na Guerra Colonial e lembrando os mortos e os deficientes e suas causas. As suas palavras eram sempre sábias.
O nosso blog, não podia ficar indiferente a esta triste notícia. Aqui deixa a sua homenagem e os sentimentos profundos a toda a família.
          Que a sua alma descanse em paz.
   Em nome da 2415
        SANTA

29 novembro 2020

HOJE É DOMINGO...

A noite já está a nascer à hora que escrevo este texto!
É verdade. Hoje é Domingo. Levantei-me, fui à janela e vi que iria ser um Domingo cinzento e triste como o estado de emergência. O sol parece decidir em não se levantar e continuar coberto todo o dia, pelos seus lençóis fofinhos que são: as nuvens!
Depois da higiene matinal, tomei o meu pequeno almoço e no fim dirigi-me até ao meu jardim onde me esperava o meu cão para se deliciar com o respectivo biscoito a que está habituado pelas manhãs. Depois fui ver como estavam as plantas e tratar dos meus morangueiros. Sim. Eu tenho uma pequena estufa onde trato deles com todo o carinho. Depois, fui apanhar umas laranjas para mim e para a minha filha. Eu ainda tenho espaço para andar em liberdade sem máscara mas muitos não têm. Com tudo isto, olhei para o relógio e ele dizia-me  que eram horas de almoçar! Assim foi. Fui almoçar. O que foi o meu almoço? Galinha de cabidela. Gostam? É uma maravilha!
No fim de almoçar, fui ao meu bar beber o meu cafezinho ao som da música que saía dum rádio já velhinho com cerca de setenta anos mas que ainda está para durar!
Nesta altura, a tarde estava a ficar mais cinzenta e as primeiras gotas da chuva começaram a cair.Definitivamente, o sol teimava em não se levantar. Tinha decidido continuar deitado até ao dia de amanhã é depois logo se vê.
Ao som da chuva, resolvi sentar-me á  frente do meu órgão e divertir-me um pouco. Claro que não percebo nada de música o que toco é tudo de ouvido mas como é só para mim e para a família e alguns amigos não há problema.
Entretanto a tarde está a chegar ao fim. Queimei o resto do tempo a ver os álbuns de fotografias da minha carreira militar. Faz-me bem recordar.
A tarde já se foi e o dia está chegar ao fim.Raios parta o maldito vírus e da consequência dele: o estado de emergência. É triste o que se está a passar. Foi-nos tirada a nossa liberdade. Até quando? É que estamos a ficar fartos! Cada vez é maior a confusão. E no meio de tanta informação entra em acção a desinformação. Máscaras, sim ou não?  Vacinas, sim ou não? É seguro tomá-las? Todos têm direito a elas? E quanto aos assintomáticos? É verdade ou mentira que existem? E o que se diz das vacinas? Em que ficamos? No fim: o vírus existe ou é invenção? Minha gente, é tanta gente a falar que causa nas pessoas a dúvida de muitas as coisas. Resultado: o desnorte total! Ninguém se entende com tantas notícias contraditórias. Vamos ver como isto tudo vai acabar. Uma coisa é certa e aqui não restam dúvidas: é tudo aquilo que os profissionais de saúde (para eles a nossa gratidão) estão a passar, pelos estabelecimentos em geral que vão fechar e por aqueles que vão ficar sem emprego e aqueles que já passam fome.
  Em nota de roda pé: meus senhores, empreguem os quatrocentos e setenta milhões de euros naqueles que agora tanto precisam e não naqueles que já têm a barriga cheia de tanto comerem!

    Término com um grande abraço para todos e que na medida do possível tenham uma óptima semana especialmente com muita saúde.

                    SANTA
       

22 novembro 2020

FAZ HOJE ANOS...

 Faz hoje cinquenta anos que se deu a operação "MAR VERDE" (22 de Novembro de 1970) para que fossem libertados 26 militares portugueses detidos pelo PAIGC.

Foi dado o nome de "MAR VERDE" par uma concertação planeada pelas Forças Armadas Portuguesas no decorrer da Guerra Colonial, por um destacamento de Fuzileiros Especiais destacadios na Guiné.

O plano consistia num ataque anfíbio a Conakry, Capital da República  da Guiné com o objectivo de resgatar militares portugueses na prisão do PAIGC.

Aconselho  a visitarem o Portal TERRAWEB-Veteranos da  Guerra do Ultramar. Vai ser interessante saber o que na realidade se passou. Como se costuma dizer: Foi uma coisa...

Faz hoje também cinquenta anos, (dia a seguir ao meu acidente) que vim do Lione (de ambulância Berliet) para dar entrada no Hospital de Vila Cabral onde iria começar a minha caminhada de hospital em hospital até chegar a Lisboa. O tempo passa mas as memórias não. Felizmente que o cérebro ainda não está muito mau, vai estando quase.

         Um abraço para todos e saúde.

                                                       SANTA

 


16 novembro 2020

O MUNDO ANDA DESARTICULADO...

 É verdade. O mundo está cada vez mais desarticulado! Dá-me impressão que o eixo da terra está a ficar com os rolamentos gripados! Não vai haver mecânico que resolva o problema e se eles gripam de uma vez (como se costuma dizer) vai tudo para o maneta! É que ninguém se entende.

Mas vamos lá as últimas fotos. Desta vez sobre o Museu da Electricidade em S.Romão  mais propriamente na Senhora do Desterro.

A Central de Nossa Senhora do Desterro é uma das mais antigas Hidróelectricas da Serra da Estrela, fazendo o aproveitamento de água da mesma. Manteve-se em funcionamento até 1994, depois mais tarde, abriu ao público como museu. Ao lado, mais recente, existe outra em funcionamento.


  























CAPELA DE N. S. DO DESTERRO


Mais fotos havia mas já chega. Termino por aqui.

Esperando que todos continuem bem, despeço-me por hoje com um grande abraço e muita saúde que é o que é preciso.

SANTA







10 novembro 2020

JÁ NO MEIO DE TANTAS, MAIS UMA VERGONHA!

 É mesmo assim. Mais uma vergonha está na forja! Querem fechar (se não estará já mesmo decidido) o Centro de Saúde Militar de Coimbra, também outrora conhecido por Hospital Militar Regional 2 para passar a ser uma Unidade de saúde tipo II. Para nós deficientes e não só, PSP, GNR, militares reformados e na reserva, vai ficar tudo de mãos á abanar. Sendo assim, Porto ou Lisboa. Como se as deslocações sejam fáceis para quem é deficiente. Este hospital abrange os distritos de Coimbra, Leiria, Aveiro, Viseu, Guarda, Castelo Branco e vai até á fronteira com Espanha.

A Direcção da Delegação de Coimbra da ADFA, está a fazer todos os esforços para tentar resolver o problema. Mostra ainda a sua insatisfação para com as outras associações, da PSP e GNR e outros, parecerem estar calados e não se juntarem a nós nesta luta.

Abaixo, transcrevo o artigo de opinião da Direcção da Delegação de Coimbra da ADFA.




 Que a vergonha ainda exista nos governantes deste país. Já somos poucos, mas não façam ao resto o que fizeram aos combatentes da primeira Grande Guerra, que foram esquecidos, simplesmente abandonados por quem governava na altura. Para nós: BASTA!


 Com um abraço para todos e saúde

                                                                       SANTA


08 novembro 2020

TUDO NA MESMA OU...

Tudo na mesma ou pior! A pandemia não nos deixa e não sei onde isto vai parar! Medidas e mais medidas que se tomam e o resultado positivo que se vê é muito pouco. O Natal está á porta e vai ser muito mau se as medidas forem agravadas pois a restauração e o restante comércio vão passar um mau bocado. Vão resistir? Duvido. Mesmo a situação familiar vai sofrer com tais consequências pois são dias em que a família se reúne. Não vai ser fácil. Vamos esperar para que tudo melhore e que nós, cidadãos deste pais possamos cada vez mais contribuir para isso. Vamos ver como nos vamos comportar nestas novas restrições! Tenho muitas dúvidas...

Sendo assim, vou desanuviar um pouco deixando o tema da pandemia e colocar mais umas fotos da minha viagem pela Serra da Estrela.

     


Onde está o alpinista?
                                                             



                                                     Estas fotos são do Covão da Ametade


Esta é a bela truta de Manteigas.

A famosa cabeça do velho.

Hino de Folgosinho




  Para a próxima vão as últimas dedicadas ao museu da Electicidade.

 Por hoje é tudo. Desejo a todos uma óptima semana com muita saúde.

                                                           Um abraço

                                                            SANTA
 

02 novembro 2020

28 outubro 2020

CONTINUANDO VIAGEM...

Olá companheiros! Muito preocupado. A situação que estamos novamente a viver por causa da pandemia está a tornar-se complicada. Temos que ter cuidados mais apertados para que possamos passar ao lado dela. Mas que a coisa não está fácil, não. Acima de tudo, que haja um pouco mais de juízo em cada um de nós e cumprir na maneira do possível com as normas da DGS.

Vamos então conti9nuar com a viagem pela Serra da Estrela.


    



pedra do Urso sentado!



O cão Serra da Estrela


Uma obra da Natureza!











                                       Estas fotos foram tiradas por diversos sítios da Serra.

  Por hoje, fico-me por aqui. Um abraço e saúde para todos.

                                                                           SANTA