sexta-feira, 7 de outubro de 2016

COLEGA DE EQUIPA

A propósito do nosso "herói" surpresa dos tempos modernos que o amigo Soares teve a excelente ideia de aqui destacar, veio-me à lembrança alguns momentos de lazer que há muitos anos ocorreram. Coisa de somenos, só que achei "piada" e, por isso, passo a contar. 
Há muitos anos atrás, julgo que por volta dos anos 80, era eu um jovem, já com mulher e filho, vivendo em Carcavelos, terra de praia que por albergar demasiados lisboetas ao fim de semana, deixava-me sem a mínima "pachorra" de lá pôr os pés.
E, por isso, entendia eu procurar outra praia que fosse mais agradável à vista, e a que mais me agradou, a partir daí, foi precisamente a zona da Costa da Caparica, carregada de várias praias por muitos quilómetros. Mesmo, tendo em conta que para lá chegar teria de passar pelo menos duas horas em trânsito caótico. Afinal, quando se trata de praia, toda a gente vai à mesma hora!
Em suma, valia bem o sacrifício, pois as praias enormes deixavam-nos à vontade.
Quando a maré vazava ficava espaço suficiente para se poder dar uns toques na bola e, assim, se juntava o "maralhal" que surgia de todos os lados. Logo se formavam duas equipas com onze para cada lado. E foi aqui que vim a conhecer o grande "player" Guterres. Constatei, na altura, que o seu grupo, incluía crianças, preferia frequentar a mesma praia que eu, e algumas vezes ficávamos bem próximos. Julgo chamar-se Praia-do-Rei ou Praia-da-Rainha.  
Lembro também que na altura ele já era deputado, pois a palavra logo foi passada durante as "peladas"!
Quanto às suas habilidades futebolísticas estamos conversados. Por isso, acabou a verdade da politica, ou melhor, a politica da verdade por marcar mais golos!
Muitos parabéns Senhor Secretário-Geral, desejo-lhe muita sorte no seu dificil mandato.
Do colega de equipa de futebol de praia.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário