quarta-feira, 23 de junho de 2010

24-06-1969 Saudosa Homenagem

ao nosso

JOAQUIM MARCELINO
caído pela Pátria há 41 anos



Não fosse o trágico falecimento deste inditoso Companheiro, seria esta uma história pitoresca da nossa primeira noite de S. João passada em Moçambique, iluminada pelo fogo de artifício da Frelimo, com as rajadas de balas tracejantes riscando o céu do Luatize sobre as nossas cabeças. Mas quis o destino que ficasse como uma recordação muito amarga para todos os camaradas da CCAV 2415.





2 comentários:

  1. Não havia sardinhas assadas.Em cima dos caixotes do bacalhau improvisamos a mesa do jantar. Ervilhas com chouriço foi a refeição servida pelos nossos mestres cozinheiros, que aproveitamos para regar com vinho verde gatão. O resto desta noite fatídica todos nós conhecemos. Momentos de reflexão total em memória do nosso camarada Marcelino. Haja Deus.

    ResponderEliminar
  2. Oh Paulo, o jantar não foi bacalhau cozido com batatas??
    O que sei é que não comi nem uma coisa nem outra. Assim que me aprontava com o prato de aluminio na mão para enfrentar a bicha, começou a cair tamanha foguetada que caí de borco na paliçada mais próxima do posto de rádio!! A fome tinha passado!
    O Marcelino, neste dia e enquanto o nosso blog existir, será sempre e obrigatóriamente lembrado.

    ResponderEliminar