sexta-feira, 4 de setembro de 2015

O MUNDO EM QUE VIVEMOS:::

Mais uma vez, olá a todos!
Escrevo este texto, triste e aborrecido. E ainda pior: desolado. Desolado porquê? Pelas imagens que tenho visto ultimamente nos canais televisivos sobre os migrantes. É duro. É horrível! Para onde caminha o homem? Não existe respeito do ser humano para com o ser humano. Ao ver aquelas crianças, fico sem fala para tecer qualquer comentário. Aquela imagem da criança na praia, doeu-me. Parei de almoçar. As lágrimas dançaram-me nos olhos. O almoço tinha acabado ali. E as que sobrevivem? A maior parte delas (julgo eu) vão ficar traumatizadas para toda a vida. Vai haver acompanhamento certo para elas? Estamos perante um problema de difícil resolução para a Europa.Não vou mais falar disto. Vou ficar quieto no meu canto com a minha tristeza e desolação e procurar não ver mais imagens daquelas. Será que o homem tem necessidade de chegar a este ponto? Criar este sofrimento ao seu semelhante?

Resumindo: Na minha opinião, o homem, só se pode queixar de si próprio. Neste planeta que é a TERRA, que pula e avança a alta velocidade, mesmo assim tem tudo para ser feliz! Oxalá, que tudo termine em bem.

                                                                 Um braço com amizade. SANTA.

Sem comentários:

Enviar um comentário