segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Legendas ... precisam-se !!!

Por: F. Santa  
(Fotos do arquivo de M.O. Morgado)  

 
A primeira foto, onde será! António Enes? Será o início de um passeio turístico pelas redondezas?
A segunda   mostra um salão do Vera Cruz. Alguém se recorda? Esta foto cria-me uma certa nostalgia ao vê-la!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    Não tenho comentários para estas duas fotos. Alguém tem?
    Abraço para todos do Santa.

2 comentários:

  1. Olá rapaziada!Desculpem mas eu tenho que desabafar.Tantos textos já foram enviados com tantas perguntas e outros esperando por comentàrios e até agora nada.Das duas uma,ou não entram no nosso blog ou então entram e não passam cartucho!É pena.Pois muitas coisas ficam por se saber o que se passou e onde se passou, cada foto tem uma história e essa história é que dá sabor à foto !De contrário ficamos às escuras e nem a nossa imaginação nos salva.
    Vamos là comentar os textos rapaziada.Por onde anda o Furr.Paulo, o Alf.Magalhães etc,etc.
    Esperando por melhores dias na esperança de alguma surpresa no nosso blog, um abraço para todos. SANTA

    ResponderEliminar
  2. AH! Grande VW! Era mais conhecido em António Enes, que o próprio Capitão, Comandante Militar da terra! Grandes circuítos diurnos e até nocturnos até ao Inguri de daqui para as Messes pelo menos dos oficiais era muitas vezes! Transporte quase colectivo e personalizado para s nossas amigas, talvez namoradas!
    E quando o Morgado prendeu um polícia, no Quartel, pois tinha-lhe pedido os documentos ou a carta, quando estava ao volante desta máquina!
    Coitado lá ficou abandonado este fantástico VW à espera de novo dono!
    Seria um ideia qrranjar um grupo para ir até lá, ver se encontramos esta relíquia!
    Quanto à fotografia de mesa, parece ter sido tirada no fim de alguma refeição comemorativa de qualquer coisa! Mas não foi de certeza naquela fantástica orgia de marisco e sei lá que mais, na despedida, antes do regresso, no restaurante da praia de António Enes, pois julgo que nesta estavamos todos fardados "a rigor".
    Manuel Magalhães

    ResponderEliminar