sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

RECORDANDO. CONTINUAÇÃO...

Continuando a recordar, mais 3 fotos do nosso amigo Moreira.


A primeira, mostra um momento de descontração. A segunda, o nosso amigo Moreira tomando banho numa das mais modernas casas de banho! Reparem no chuveiro! A terceira, está ele com uma das nossas mascotes.

Um abraço. SANTA.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

EDITORIAL...

Achei interessante o Editorial do nosso Jornal " O ELO" 1ª edição de 2017. Dendo assim, achei por bem, publicá-lo no nosso blog.



Com um abraço, Santa.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

ÉVORA...

ÉVORA - MURALHAS A DENTRO

Mais um poema do amigo Carlos Silva...

As tuas belas cantigas
Que as raparigas
A voz lhe dão
Cantando ceifam espigas
Cigarras formigas
Que lindas são

Searas ao vento onduladas
P'lo sol douradas
Se perdem de vista
De papoilas salpicadas
Ao molho atadas
Nobre conquista

Évora terra bela
Loiros à janela
De glória e fama
Tem os ossos na capela
Orgulhoso com ela
O Templo de Diana

Planície de verdes prados
Extensos montados
Sobro e azinho
Solares abrazonados
Campos semeados
De pão e vinho

Os teus museus e mirantes
Recebem visitantes
Com amizade
Nomes ilustres sonantes
Toda a humanidade

As tuas pedras lavradas
À mão trabalhadas
Com arte esculpidas
Decoram velhas arcadas
Em estátuas armadas
De branco vestidas

Desde as portas d' Aviz
Largo do Xafariz
Giraldo ao centro
Deus pra te ver feliz
Quis a Sé e a Matriz
Muralhas a dentro

Princesa do Alentejo
Doce desejo
Tudo és para mim
Sou quem te quer bem
Me perdoe a minha mãe
Se não a amei assim.

                Isto, é Carlos Silva e a sua veia poética!

  Para a próxima, vai um poema que se chama a " A PROCISSÃO" que também, tem o seu quê de interessante!

                      Por hoje é tudo. Um abraço para todos. Atenção ao frio!

                                                     SANTA

,

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

POESIA SABE SEMPRE BEM...

ENTRE MÚSICA E POESIA, é mais um poema de Carlos Silva.

A música, tudo isto é:
Da alma agitada: bonança
Daquele que não perde a fé
E faz depender dela esperança
Chegar à música de viva voz
É possuir a terra o sol e o mar
É dar um pouco do melhor de nós
É vontade de amar, perdoar e sonhar
Se por esta causa, eu me perder algum dia
É para desfrutar da melhor companhia
Entre a música é a poesia, comigo hão-de dar
É direito à ilusão, de voar, subir e libertar
De a saborear, e assim a ela se entregar
É sentir no peito que a alma se arranca
Como diria Flor Bela Espanca!

                       Do nosso camarada da 2415, Carlos Silva.

                     Do Santa, um abraço.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

PORQUE NÃO RECORDAR?...

Porque não recordar Carlos Silva?

Do seu livro " AS CORES QUE A VIDA TEM", mais um poema:

A  música nasce na fonte da ternura e do pudor
Se eleva por entre as nuvens, para lá dos astros
    Como fumo subindo em prece e louvor
     De incenso branco perfumado e casto

      A música é como um sorriso contagiante
Não custa  a quem o dá, enriquece quem o recebe
      É da natureza o mais puro e fiel amante
É condensar desejos, sentimentos, afaga-los ao de leve

                   Como ela inebria os sentidos
                  Transforma o coração e a alma
                   Entra suavemente pelos ouvidos
                 E se aninha no peito terna e calma

    Ditosas mãos que vibram um instrumento
          Seja de fole, cordas, teclado ou de cana
    Fazê-los tocar todos ao mesmo tempo
         Quase que ultrapassa a arte humana

                Se queres cantar e dançar comigo
              Levanta-te vem daí, toca a marchar
                Tenho palavras escritas num livro
                 Muita e boa música para te dar

                     Eu quero declamar a poesia
                  Seja de Camões, Aleixo ou Pessoa
                     Escrevê - la, recitá -la noite e dia
                    Até que a ama e a mão me doa
                     

                                               CARLOS  SILVA

          SANTA.  Um abraço para todos.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

RECORDANDO...

Recordando. Continuação.

Imagens inéditas... O Artur e o Moreira na execução do monumento que havia de ficar na nossa companhia para perpetuar a nossa estadia em Lione. O emblema, como já sabem, foi de minha autoria e aqui está a ser edificado com toda a mestria por estes dois camaradas. Mais tarde (infelizmente) foi acrescentado o nome do Sargento Carvalhito e do Furriel Santos falecidos em combate. Ver no nosso blog.



    Continua...

Com um abraço. SANTA.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

RECORDANDO...

Recordando, é a palavra exata ao mostrar algumas fotos do nosso camarada Moreira. Para ele um abraço.
 Aqui vão as primeiras:



O nosso amigo Moreira num abrigo junto ao forno. Depois, novamente o Moreira e o Artur numa palhota!

                                                      Continua...

Para todos, a continuação de um bom Ano. Um abraço.
  
SANTA

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

JÁ PASSOU...

Já passou... Estas são as minhas palavras de 2017, no nosso blog! 31 de Dezembro. Pelo mundo fora, tudo á espera (em qualquer sítio) das doze badaladas da meia noite (em qualquer relógio de uma torre e não só) que assinala a passagem do ano. É-me difícil ver na televisão a passagem do ano por esse mundo fora. Os gastos que são aplicados nas festas. Eu sei também, que tudo isto dá ganho a muita gente e muito emprego. Acho (na minha opinião, e ela vale o que vale)que festas sim, mas com gastos mais comedidos! Se refletirmos bem, vejam que parte do dinheiro que se gasta faz tanta falta em outros lugares do mundo incluindo o meu país. Gente que não tem que comer, gente que não tem trabalho, coisas para fazer ao nível autárquico em que vamos pedir qualquer coisa e respondem-nos: não há dinheiro! Eu próprio, estou á espera, (já contactei várias vezes com a entidade que compete resolver este problema) vai fazer três anos, para colocar dois sinais de trânsito na minha rua por obras mal feitas e que tanto transtorno causa ao trânsito, e nada! E mais coisas. Até já pensei fazer um peditório na rua... Eu sei, que talvez me vão chamar nomes por estas minhas palavras mas cada um tem direito á sua opinião. Certo? Estou a fugir fora do contexto...

Pois é. Ano Novo vida nova. A folia tudo faz esquecer. Depois, entrando na vida a sério, lá voltam as queixas: está tudo a aumentar, a gasolina cada vez está mais cara, não há trabalho, os transportes e a eletricidade também vão aumentar, não se pode! Pois é. A festa já acabou! Temos todos que tocar o barco para a frente para não encalhar!

Que o Novo Ano traga mais paz e amor ao mundo. Que acabe para todos o flagelo do terrorismo. Que haja trabalho e comer para todos e que as crianças possam viver em paz. Que os senhores do mundo deixem de brincar ao armamento. Parece brincadeira de miúdos: eu tenho uma fisga que é mias forte e atira mais longe que a tua!
Já dizia o poeta:" O mundo pula e avança como uma bola nas mãos de uma criança". Pois é. Este mundo pode continuar a pular, mas para isso o HOMEM tem que mudar a sua mentalidade destruidora. Ao destruir o mundo é a mesma coisa que estar a destruir-se a si próprio.

 Termino, pedindo desculpa se ofendi alguém (não foi minha intenção)e desejando mais uma vez um BOM ANO NOVO para todos em geral.


                                                                    

SANTA