domingo, 3 de dezembro de 2017

RELEMBRAR...

Ora aqui está! Relembrar o nosso amigo Carlos Silva. Lembram-se? Então aqui vai...

SER POBRE E ALEGRE

Menina da sua rega
Dê-me água faça favor
A água nunca se nega
Seja lá a quem for

Alguém à porta de fora
Ouvi agora truz truz
Chegou a última
Valha-me Deus ai Jesus

Dai esmola ao pobrezinho
Que anda triste esfomeado
Passa a vida no caminho
Dorme ao relento abrigado

Um prato a mais na mesa
Sabe-se lá para quem
É sempre boa surpresa
Se for visita de bem

Nossa Senhora das Dores
Ó minha estrela do Norte
Não deixes os pecadores
Entregue à sua sorte

Estão os cães a ladrar
Com este frio que faz
O quer que vá a passar
É tudo gente de Paz

Não há alegria maior
Quando se dá com amor
Nenhuma paga é melhor
Que a do Nosso Senhor

...................................................

O PINHEIRO PONDERADO

Muito bem lembrado
O casal  oliveira/pinheiro
Até no nome é comparado
Com o casal azinheira/sobreiro

A família pinheiro com a família oliveira
Povoam de arvoredo tanto o val como o outeiro
A compara da família sobreiro com a família azinheira
Ocuparam com montado d`azinho e sobro o Alentejo inteiro

A oliveira assanhada tinha de ter a última palavra
És robusto e musculado mas não és mais forte que o vento norte e as tuas raízes
aprumadas não se comparam às minhas raízes fasciculadas que dão segurança ao
ponto de me chamarem árvore eternizada.

Depois desta feia discussão/da rama à raiz/ a história em questão/ teve um final feliz.

                                                                               Do nosso amigo Carlos Silva

É verdade. Com tanto frio que faz por aqui (Coimbra), vou até á lareira aquecer os pés ou por outra: vou aquecer-me todo!!! O frio faz bem para matar a "bicharada" mas o que era preciso agora, era a chuva que tanta falta está a fazer.

          Para todos, com um grade abraço me despeço por hoje.

                                                
    SANTA



Sem comentários:

Enviar um comentário