sábado, 30 de setembro de 2017

AÇORES PARTE III...

Ora aqui vai mais algumas fotos dos Açores...









Vejam esta doçura...!


Para a próxima vamos ao cozido das Furnas...

Até lá a continuação de um bom fim de semana para todos.

SANTA

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Homenagens a sério

Junto à estação dos comboios da cidade de Aveiro deparei com uma construção singela e estilizada demonstrando uma modernidade arquitetónica de bom gosto e que representa, duma forma sentida e obrigatória, a devida homenagem aos jovens militares desta terra que faleceram nas ex-colónias ultramarinas.
Agora que estamos em eleições autárquicas presto-lhes, aqui, o meu reconhecimento pela ideia que julgo ser rara. Sinto que foi pensada e concretizada com a emoção e o respeito que merecia, caso contrário, tais obras são localizadas, normalmente, em locais e zonas de menores acessibilidades. Esta não, situa-se à entrada da cidade, paragem obrigatória para turistas nacionais e estrangeiros que a visitam.












O monumento foi inaugurado só em 2016, passados 50 anos após o fim duma guerra tão desnecessária e mortífera. Se calhar até podia e devia ter sido há mais tempo.  Mais vale tarde que nunca!
Por isso, aconselham-se vivamente as restantes 307 (?) autarquias a seguirem tão nobre exemplo, pois não devem esquecer nunca que muitas das famílias portuguesas sofreram na alma uma desgraça tão grande para toda a vida.



domingo, 24 de setembro de 2017

AÇORES PARTE II...

 Um aparte... Hoje é Domingo! Por aqui esteve um lindo dia. Pelas ruas o barulho da propaganda eleitoral. Como todos nós, já não saiba o que a casa gasta! Mas é a vida. Já agora, pergunto pelos meus colegas da 2415. Como se costumava dizer na guerra " estão desaparecidos em combate"! Pois não têm contribuído com nada no nosso blog. Vá lá! Façam um esforço...
 Agora sim. Vamos aos Açores parte II.

















Isto é o que a Natureza nos dá de belo!

(continua)

Sendo assim, termino por hoje, desejando a todos uma ótima semana.

Um abraço: SANTA.


quinta-feira, 21 de setembro de 2017

ANIVERSÁRIO...

42º Aniversário da Luta dos Deficientes Militares /1975. Celebro-se ontem o 42º Aniversário de uma grande manifestação dos Deficientes Militares que em 20 de Novembro de 1975, numa jornada sem precedentes, lutou por aquilo a que se tinha direito na altura que era criar uma comissão que lutasse pelos nossos direitos. Para isso, a nossa intenção era ser ouvidos no Palácio de Belém. Como curiosidade, vai aqui o 1º comunicado da ADFA dirigido à Junta de Salvação Nacional no dia 14 de Maio de 1974:


Para todos com um grande abraço: SANTA.




      

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

DE VISITA AOS AÇORES...

Pois é. Acabei de chegar de uma visita de cinco dias aos Açores. Como sabem, já tinha ido á Madeira. Diziam-me que os Açores era mais bonito. Fui ver. Perguntam: e então? Pois é. Para mim são duas realidades diferentes. Cada uma com a sua beleza diferente. Como diz o brasileiro: uma coisa é uma coisa outra coisa é outra coisa! S. Miguel (a ilha que visitei) tem a sua beleza assim como a Madeira tem a sua. Gostei das duas. Sendo assim, aqui vão algumas fotos que tirei:











 Por hoje é tudo (continua).

                                     Com um grande abraço: SANTA.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

MATIPA...

Pois é. MATIPA... Olá malta da 2415.Quem se lembra ainda do destacamento de Matipa? Está a fazer um mês (dia 17) da minha estadia lá. Como eu me lembro. Nesta altura já havia problemas com a malta que estava á minha guarda. Problemas de saúde, graças a água do rio que servia para confeccionar o arroz com salsichas. Se bem se lembram, foram cerca de dois meses com esta receita ao almoço e ao jantar! O tempero, era o molho das latas das salsichas! Ainda me lembro do cheiro nauseabundo que saia dos sacos cama. Sim. Era em sacos camas que a gente dormia, sacos que tinham sido utilizados anteriormente por colegas da companhia anterior que lá esteve. Enfim. É o passado na nossa memória que nunca esquece. 
Para quem ainda não viu no nosso blog as fotos, elas aqui vão:



Eis MATIPA. Ao fundo, pode ver-se a tenda onde se dormia. Do lado esquerdo, (duas barras de ferro assentes em tijolos de barro) era a cozinha e uma mesa em tábuas. Uma espécie de "tábuas".


Aqui era o nosso abrigo de proteção! Vejam a qualidade de material de que era revestido! Muito seguro... Que vos parece?

É sempre bom recordar.


Já agora, mudando de cenário,aqui vai mais um poema da nossa amiga Maria Irene.

CASA DE XISTO

Casas de xisto, regresso ao passado,
Uma relíquia para nós,
Recordar os tempos dos nossos avós,
Com um xisto, inventado.

Portas e janelas, com uma beleza sem igual,
Com um fecho comparado, ao da porta de um curral,
As pedras, bem faciadas e perfeitas,
Aplicadas por mãos preparadas, para essa perfeição,
Com o gosto acentuado, para tal profissão,
Deixando à vista, aquele aspecto, de coisas bem feitas.

Se os nossos avós, viessem ver isto,
As suas casas, transformadas em xisto,
Ficariam com o coração transtornado,
Ou ficariam contentes, com o regresso ao passado?


Aldeia do Piodão. Uma das 7 maravilhas de Portugal.

Para todos um grande abraço. SANTA.







quarta-feira, 6 de setembro de 2017

RELEMBRANDO...

Relembrando. Vamos aqui relembrar Maria Irene Nunes...

A MENSAGEM DA FIGUEIRA

Figueira, minha minha boa amiga,
Como eu, há mais quem o diga,
Gosto muito do teu fruto,
Mas guardas para ti, um segredo absoluto.

Diz-me por favor:
Porque é que, como as outras árvores, não dás flor?
Envergonhas-te, de a sua cor nos mostrar?
Ou Entendes, que isso é uma forma, de tempo poupar?...

Talvez, até tenhas razão!
A tua flor, é o tom amarelo das tuas folhas, ao caírem ao chão
É que, não dando flor, tudo sai mais depressa,
Antes das folhas nascerem, o fruto fica a apontar,
Estando nós ansiosos, para os teus figos papar,
Não tens que estar à espera, que a flor desapareça,
Para depois então, o fruto, se formar...

Deus criou-te assim, para seres diferente na cor,
E para nos ensinar, que tudo é possível,
E que embora nos pareça uma coisa incrível,
Acabamos por confirmar, que dás fruto, sem dar flor!!!

                                                        Maria Irene Nunes Pereira

Um abraço para todos. SANTA.