domingo, 30 de julho de 2017

A VIDA É MESMO ASSIM...

É claro. A vida é mesmo assim! Os dias vão passando. Uma vez melhores outros piores outros assim a assim mas... é a vida. Hoje faz 49 anos que ainda estávamos em viagem numa das excursões oferecidas por Salazar para Moçambique. Pensão completa: com viagem de ida e volta (só para alguns), com paragem em Luanda, Lourenço Marques, Beira e Nacala e poder apreciar os "tubarões" ao largo da Guiné e os peixes voadores. Daqui, partimos em comboio turístico em 7ª ou 10ª classe, não sei precisar bem, com dormida de cabeça para cima e de cabeça para baixo! De vez em quando até se parava para  ver melhor a paisagem. Coitadinha da máquina, não tinha força para mais! Ás vezes tinha que se valer de uma amiga ou etão ir levar parte do comboio e depois vir buscar a outra parte. Era um gozo total! Fim da viagem: CATUR. Já era de noite, quando partimos em autocarros de luxo até ao hotel que ficava em Lione. Estadia era sempre em hotéis de 0 0 estrelas, a não ser aquelas que se viam á noite, embora estivesse também incluído no pacote um hotel de turismo Rural: MATIPA. Aqui podia-se desfrutar e viver com  natureza. Isto é: dormir no chão, não ter água potável para beber, não ter comunicações, só arroz ás refeições sem mais nada e ouvir aquilo que mais belo se tinha que era o amanhecer e ouvir os pássaros e o despertar dos animais da selva. Quanto á comida era da melhor, isto é: comida muitas vezes era tão boa que nem se comia para não a estragar! Passeios pela mata (Picadas) incluindo surpresas como: emboscadas, minas, fornilhos, ficar atascados na lama, e ainda uma prova de resistência: ficar sem comer e sem água. Já no dito hotel,  para não ser monótomo trocávamos umas morteiradas e umas bazucadas de dentro para fora e o pessoal de fora respondia para a festa ser melhor. Alguns mudavam de hotel. Ia-se para hotéis onde se passava quase todo tempo deitado onde se era servido por criados de bata branca. A excursão não tinha data para acabar! Digam lá se isto não era um excelente pacote turístico?  Claro, enquanto nós eramos saciados com estas mordomias, os nossos chefes da guerra tinham também a sua excursão a pensão completa etc, etc, mas tudo em 1ª classe! E mais não digo...
Mas como dizia eu, nesta altura (não tenho bem a certeza) estaríamos a passar pela África do Sul pelo famoso Cabo da Boa Esperança. Se estiver enganado corrijam-me... Aqui as saudades começavam já a sentir-se. Muitas vezes a bebida era o escape para atenuar as mesmas. Aproveitando o nome do cabo, que a esperança não acabe em cada um de nós. Andamos desiludidos, é uma verdade, mas que a gente não a perca. Será uma ilusão? o tempo o dirá...
 Desculpem esta brincadeira. Estamos em tempo de férias e isto não é mais que uma "charada". Brincar de vez em quando, também não faz mal! Como dizia alguém: Alegra-nos a ALMA.

Falando em férias, agora vou 15 dias até á Figueira da Foz. Se tiver tempo....pode ser que entre no blog. Se tiver tempo! Até lá, continuação de boas férias para quem já está nelas, e para os que vão agora, boas férias, tudo de bom e muita saúde. São os votos deste vosso amigo: 

                                                             




                                                                       SANTA



Sem comentários:

Enviar um comentário