quarta-feira, 12 de abril de 2017

"PÁSCOA"

Quer queiramos ou não, ao falar da Páscoa, não se pode falar só de férias! Não faz sentido, falarmos sem associarmos o que se passa á volta da palavra Páscoa. Páscoa, é uma festividade Religiosa quer queiram ou não. Páscoa é uma festa religiosa em que se celebra a Ressurreição de Jesus. O que é certo, é que uma parte dos católicos sabem o que se passa nestes dias , só que outros valores se levantam e não fazem parte deles. Os não católicos (desculpem) bem: servem-se destes dias á boleia! Com isto tudo, eu respeito todos da mesma maneira. Respeito a maneira de ser e a opinião de cada um. Não podia pensar de outra forma. Espero também que respeitem a minha opinião.
Este tempo Pascal, deveria de ser um tempo de reflexão para muita coisa. Acabar com o ódio e as guerras. Acabar com a indiferença para quem sofre. Acabar com a morte infligida por ideias absurdas. Etc. Etc. Etc... Cultivar sim, a Paz o amor e amizade.Tantas vezes, que entre amigos, cuja amizade se julgava com bons alicerces e bem cimentada, com atos vividos e partilhados em comum ao longo dos anos, vemos de repente surgir ruturas. Ruturas que ganham espaço, para criar ódios, inveja e outras rivalidades.
Estamos num tempo, em que tudo já bem empacotado e com prazo de validade indicado! Como é possível existir nos tempos de hoje, um amor a prazo; de um Pai e uma Mãe a prazo; um amor filial a prazo e de uma amiga ou um amigo a prazo? Parece que o nosso planeta, persiste em viver em conflitos de toda a ordem. Basta ver os últimos meses. Como podemos acreditar num mundo melhor? Quando o homem nada faz para inverter os acontecimento terríveis que têm acontecido?
Não é com a guerra, nem com o ódio e o desprezo pelos outros, e não pensarmos que todos somos seres humanos, que se pode almejar a Paz.
O homem gosta de viver sob o espetro da guerra, ameaçando não só alguns, mas o aniquilamento de todos. Caminhamos irreversivelmente para a autodestruição.
No meio disto tudo, faço votos para que a minha frase anterior, não se concretize. 

Depois de tudo o que já escrevi, dirijo-me agora, a todos os meus companheiros da C. Cav.2415 e suas famílias, bem como para as famílias daqueles que já partiram, uma Santa Páscoa com muita saúde, Paz e amor, e muitas alegrias e que as amizades não se percam e o respeito seja fortificado. 

Estes votos, são também extensivos a todos os camaradas que andaram na guerra, bem como a todos aqueles que têm visitado o nosso blog.



           UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA PARA TODOS.

                                 Não comam muitas amêndoas. Têm muito açúcar...

                         COM UM GRANDE ABRAÇO PARA TODOS, SANTA.





Sem comentários:

Enviar um comentário