segunda-feira, 10 de abril de 2017

A VOZ DO SILÊNCIO...

            "SOLIDÃO"

Com o silêncio eu moro,
Mas não é da minha vontade,
Se alguém descobrir que eu choro,
Saibam que é com saudade.

Compreendam-me: eu imploro
Eu não queria chorar,
Porque não quero ninguém magoar,
E muito menos, alguém por quem eu choro.

Eu, compreendo; querem ouvir-me falar,
Mas, apetece-me apenas chorar,
E pra longe, tenho que fugir,
Para que ninguém, me possa ouvir.

Eu medito, e às vezes a vida ignoro,
E eu pergunto:Onde está o meu eu?
Que não encontro, desapareceu...
Alguma coisa me falta,
Então, penso em voz alta,
Eu, já não sou eu;Já nem sei onde moro...

                                                 Maria Irene Nunes Pereira

                          UM ABRAÇO. SANTA

Sem comentários:

Enviar um comentário