quarta-feira, 22 de março de 2017

MUNDO DESCONHECIDO...

Mundo, já ninguém te conhece?

Eu tento lembrar-me de ti,
Mas, se me lembrei, já te esqueci,
E quero voltar a recordar-te, mas não consigo.
...............................................
Já não sabes de ti, propriamente,
Já nem sabes, em que ano nasceste,
Nem quais os caminhos, que já percorresse,
E menos ainda, o caminho certo, para seguires em frente.
..................................................
A tua forma de ser, provoca algum nervosismo,
Em certo aspecto, tu sabes demais,
Mas por vezes, perdes-te na linha, e ficas sem saber onde vais,
Quando te aperceber, estás caído num abismo.
..................................................
Tu tens amor ao próximo, mas muito baralhado,
Nem sequer, dá para se compreender,
Porque às vezes, trocas o caminho, que devia percorrer,
E nem te aperceber, que enveredaste por um caminho errado...
...................................................
As tuas ideias, resolveram mudar de sítio,
Ficaste virado, com cabeça para os pés,
Às vezes, queres disfarçar-te, e pássaros por aquilo que não és,
Fazendo uma ultrapassagem, que te faz cair num precipício.
.....................................................
Muitos dos teus homens, estão a brincar às escondidas,
São procurados, mas pela polícia,
Desculpam-se, que no seu comportamento, não há malícia,
Mas esquecem-se, que o seu gozo, deixou as vítimas feridas.
.......................................................
Tudo o que é mal feito, está na moda,
A triste criminalidade, avança,
Faz-se aquilo que dá na Gana, à pobre criança,
E até se envenena, a sopa da sogra!...
.........................................................

Mais uma poesia da nossa já conhecida, Maria Irene  Nunes.
Está poesia, até se pode enquadrar um pouco nos tempos de hoje. Depois das imagens que acabei de ver na televisão sobre o que aconteceu em Londres, bem pode dizer-se "que o mundo está virado, com a cabeça para os pés".

                      Para todos, um abraço. SANTA.
 

1 comentário:

  1. Realmente o mundo está a girar em contramão. Estes ataques cobardes a que chamam de terrorismo são inaceitáveis e por isso condenáveis.
    Lembro que há meio seculo atrás fomos forçados a ter de enfrentar uma das várias formas de terrorismo, infelizmente, com milhares de perdas de vida.

    ResponderEliminar