sábado, 15 de outubro de 2016

VISITA Á EXPOSIÇÃO...

Pois é! Recebi por estes lados (Anadia) um grupo bem conhecido, identificável logo á primeira vista, vindo dos lados do Porto! Vieram de comboio até á Mealhada, onde os fui esperar mais o Ex. Furriel Paulo. Depois de uns dedos de conversa, já só se falava em almoçar. Para eles já cheirava a " Leitão" por todos os lados. Lá fomos todos até ao restaurante onde então saciamos a fome com duas travessas de leitão á maneira regado com "champanhe" bem fresquinho! Á medida que o almoço ia decorrendo, lá vinham á memória as facetas da guerra. É a lembrança de um a lembrança de outro que decorridos estes anos todos nós tentamos recordar. Todos nós ficamos bem almoçados. No fim, lá fomos direitos á Biblioteca Municipal da Anadia ver a exposição. Depois, bebemos umas águas para matar a sede e lá fomos (eu e o Paulo) levar os meninos á Curia (pois podiam perder-se) para apanhar o comboio para o Porto. (Não foi preciso entregá-los ao revisor). Já sei que todos chegaram bem!

Sendo assim, aqui vai a foto dos "culpados" para memória Futura! 



Da esquerda para a direita: Ex. Alferes Soares, Ex. Alferes Magalhães, Ex. Furriel Paulo, eu Ex. Furriel Santa, Ex. 1º Cabo Moreira Rádio Telegrafista e Ex 1º Cabo Artur Castro Operador Cripto.

São estes seis elementos que além do almoço convívio da companhia, se juntam todos os anos para um são convívio lembrando as peripécias da guerra e mantendo a amizade que nos une desde que viemos.

Para todos um abraço e continuação de um bom fim de semana.
SANTA

2 comentários:

  1. Muito agradecido aos dois ex-furriéis que nos receberam tão condignamente.
    Deixo aqui uma normalíssima sugestão: Com o material fotográfico e documental existente que tal fazermos uma exposição da Briosa (CCav.2415) no hall de entrada do conhecido Restaurante Pedro dos Leitões?
    Acredito que visitantes não iriam faltar! Uma forma da guerra colonial não cair no esquecimento!
    Se necessário falo com o Sr. Pedro, afinal sou tenente-coronel! Abr.
    Abr.

    ResponderEliminar
  2. A operação beneficiou do efeito surpresa foi um sucesso, atingindo os objectivos, e o relatório da mesma, feito pelo Santa, é exacto e preciso, merecendo aprovação geral.
    Como tantas vezes tive de escrever quando estive de Oficial de Dia, a comida “tinha bom aspecto e paladar, agradou dum modo geral a quem a utilizou, era em quantidade suficiente e os géneros pareciam em bom estado”, mas, agora, tudo no superlativo.
    Um "louvor" ao Santa e ao Paulo pelo impecável transporte que nos proporcionaram!

    ResponderEliminar