sexta-feira, 2 de setembro de 2016

PORQUE NÃO?...

Mais uma vez, de António Veríssimo

ALJUSTREL VILA MINEIRA

Conhecida "Vila Mineira"
Do vale amplo e ensolarado
Gente humilde e brejeira
Recordando a mina do passado
Aquela que está a desaparecer
Morrendo uma fonte de vida
Que foi história jazida
Aos Romanos pertenceu
Vispaca, do Al Lustre
Na vila onde cresceu
O mineiro, homem ilustre
Na vila muita gente
No subsolo trabalhava
 Fazia-o orgulhosamente 
A quando a mina laborava
Hoje o mineiro nada tem
Vive em precaridade
Porque a mina também
É somente recordação e saudade.


Com um abraço do SANTA e tudo de bom para as gentes de Aljustrel.

Sem comentários:

Enviar um comentário