terça-feira, 9 de agosto de 2016

O NOSSO BLOG E PRINCIPALMENTE A C.CAV.2415 ESTÁ DE LUTO.

As férias do nosso blog, foram interrompidas pela pior razão. Hoje, pela manhã partiu mais um companheiro. É com profunda tristeza, que vimos partir mais um companheiro e amigo da Companhia de Cavalaria 2415. O MADUREIRA. Aquele que foi o nosso Vagomestre da Companhia. Acredita amigo Madureira, que os teus amigos da 2415 nunca te vão esquecer. Partiste, mas a tua memória nunca será esquecida. Onde quer que estejas, estás na lembrança dos teus amigos. Não podemos esquecer a tua camaradagem e a tua vivência connosco na guerra. Eras tu que controlavas a comida para todos nós. Quão difícil por vezes era aturar a malta. E quando a gente dizia: Madureira, não morremos da guerra mas morremos com fome! Claro. Era tudo uma brincadeira.
A nossa companhia vai assim perdendo todos aqueles que partilharam na 2415 as peripécias da guerra. Não é fácil ver partir qualquer um dos nossos amigos, mas a vida prega-nos estas partidas quando menos se espera.
A família da 2415, está com a família do MADUREIRA nesta dolorosa passagem, desejando os mais sentidos e sinceros pêsames. Fazendo votos que a dor se vá esvaziando para que a vida siga o seu caminho. Que Deus tenha o nosso amigo e companheiro MADUREIRA em bom lugar e que descanse em paz.





Para quem esteja interessado em participar no funeral, realiza-se amanhã pelas 10 e 30 na Igreja Matriz de Leça da Palmeira. A missa de 7º dia, dia 15 pelas 19 horas também na I. Matriz de Leça.  da Palmeira.


AMIGO MADUREIRA, COM SAUDADE DE TODOS, ATÉ UM DIA.

Pela C. CAV. 2415

EX. FURRIEL SANTA.



2 comentários:

  1. Estive hoje no funeral do nosso camarada ALBERTO DA SILVA MADUREIRA , juntamente com o Humberto Afonso e o Manuel Magalhães. Embora sem mandato, sentimo-nos representando todos os elementos da 2415, ao apresentar ao Filho e à Esposa solidariedade nesta hora tão difícil.

    ResponderEliminar
  2. Lamento profundamente o seu desaparecimento. Como habitual fará sempre parte das nossas memórias de "guerra".
    Sinceras condolências à família.
    A.Castro

    ResponderEliminar