* * * * Sábado, 20 de Maio ==> Convívio anual da "BRIOSA" 2415 em Montemor-o-Velho * * * *

sábado, 27 de agosto de 2016

MAIS UMA POESIA PARA RELAXAR...

ZÉ CAMPONÊS DE ANTÓNIO VERÍSSIMO

Os versos do camponês
Incitam à paz
Por isso ele os fez
Era ainda rapaz

Os versos do camponês
Têm muita maturidade
São obra de um português
Pela paz e pela liberdade

Os versos do camponês
São força à razão
Estendem a mão ao maltês
Com amor no coração

Os versos do camponês
São obra do amor
A obra de um português
Abandonado e sem valor

Os versos de um camponês
Vão ao campo e à cidade
Divertir de quando em vez
A nossa sociedade

                         Com um abraço para todos, SANTA.

Sem comentários:

Enviar um comentário