* * * * Sábado, 20 de Maio ==> Convívio anual da "BRIOSA" 2415 em Montemor-o-Velho * * * *

sexta-feira, 8 de julho de 2016

FESTAS DA MINHA CIDADE...

Caros camaradas da 2415 e visitantes do nosso blog.
A minha cidade está em festa! Festeja-se a festa de SANTA ISABEL, RAINHA DE PORTUGAL, e padroeira da cidade de Coimbra. V Centenário da Sua Beatificação (1516 - 2016). Festas que se realizam de dois em dois anos. Perdoem-me todos, mas é com um pouco de vaidade que escrevo estas palavras no nosso blog. Um blog que foi feito para falar sobre a guerra, e que tanta coisa já aqui se falou. Neste caso, é a paz que aqui exorto no nome daquela que foi a medianeira da paz.
Me perdoem, mas julgo que não fica mal no nosso blog.

Do »Discurso sobre a Vida e Morte de Santa Isabel, Rainha de Portugal», de Vasco Mouzinho de Quevedo» que muitos não conhecem, aqui vai... 

De Coimbra, Cidade de alto assento
Que de Atenas roubou a glória, e a fama,
Num lugar a que deu o fundamento
E que de clara se intitula, e clama,
De mil graças o Céu nobre aposento
Onde também o Mundo mil derrama,
Jaz sepultado o corpo belo e puro,
Traz proceloso mar porto seguro.

A formosa alma ainda que lhe agrade
A casa onde viveu tão pura e bela
Voando vai para o Céu com saudade,
Se saudade então pode ter dela.
Com música de estranha suavidade
Pisando um Céu e outro uma outra estrela,
Está gozando aquela suma glória
Onde hoje de seu reino tem memória.

Sorte feliz, de todos desejada
E que há muito por alto passa e erra,
Rainha cá no mundo foi chamada
Nem o Céu este nome lhe desterra.
Qual Iris de mil cores variada,
Qual traz um pé no mar, outro na terra
Que qual Simulacro a imagem bela
Que tem numa mão rosa e noutra estrela.

Pintavam esse moço ferro e brando,
Que com ser cego nunca tiro perde,
Como do mar e terra triunfando
Na mão um peixe e na outra um ramo verde.
Quem houve de mor ceptro e largo mando
Que em duas vidas, duas glórias herde?
Com Dinis Portugal, com Deus os Céus
Herda Isabel, c´os Céus o mesmo Deus.

Ó cidade fermosa sobre quantas
O Mundo exalta e Faetonte dura,
Sobre todas soberba te levantas
C`o alto penhor que dentro se atesoura,
Com tua glória o largo mundo espantas
Nem já mais temas que esta glória morra.
Que ficará teu nome e fama eterna,
A mal grado do tempo que a governa.

Não receies, Coimbra ira de cima
Nem faças conta de ira vã da terra,
Que pois viva Isabel tanta estima
Que seu divino corpo em ti encerra,
Não sofrerá que a terra e o Céu te oprima
 Por mais que ambos te façam dura guerra,
Porque à da terra c`um aceno acode,
E na guerra do Céu c`um rogo pode.

Sesostris Rei do Egipto por lembrança
De uma filha, que a morte lhe roubara,
E por mostras do amor que que inda o descança
Quando depois de morta lho declara,
Um sepulcro levanta, e segurança
Por título lhe põem, que tudo ampara,
Crimes que ali se acolhem no perigo
Isentos são de pena e de castigo.

Quanto mor segurança nos promete
Este Sepulcro de mistérios cheio,
Onde Deus, este belo corpo mete
Para ser de bens nossos certo meio.
Todo o mal seu furor aqui submete,
Não foi desconsolado o que aqui veio.
Que dentro deste mármore há virtude
Que as almas cura e aos corpos dá saúde.

       Já agora, algumas datas da sua vida:

Nasce em Saragoça, no Reino de Aragão, em Espanha.

Casa, por procuração, em Barcelona, com D. Dinis, Rei de Portugal, em 11-02- 1282.
Em 14- 06- 1282, recebe as Bençãos Matrimoniais com o seu esposo em Trancoso.
Em 04- 07- 1336, morre em Estremoz.
11-07- 1336, chega a Coimbra o seu corpo que. por sua expressa vontade, aqui ficou encerrado no túmulo que ela mesma mandou construir.
15- 04 - 1516, é beatificada pelo Papa Leão X.
25- 05 - 1625, é canonizada pelo Papa Urbano VIII.





1º Tumulo. O que Ela mesma mandou construir.


O Tumulo atual. 

Sem mais. Aqui me fico por Coimbra. Amanhã vou assistir á meia noite á serenata dos antigos estudantes de Coimbra, que se realiza na escadaria da Sé Velha.
(Já agora um reparo: é pena que a nossa televisão pública para a qual todos pagamos, desconheça Coimbra e as suas festas. Porquê, por exemplo:não transmitir a serenata? Ou ter transmitido a chegada da procissão ao Largo da Portagem com toda aquela cerimonia? Também tem Fogo de  Artifício!!!)
No Domingo, irei representar a ADFA na procissão, que este ano sai da Sé Nova para Santa Clara. Vai ser uma das maiores procissões da Europa. Para terem uma ideia, entre Associações, Irmandades, Bandas de Música, Guiões, Universidade, confrarias e outras instituições, são 57. E ainda juntando o povo anonimo com anjos e não só, que são milhares que a integram, vejam só!!!

Sem mais, desejo paz para todos. Um grande abraço. SANTA. 










Sem comentários:

Enviar um comentário