* * * * Sábado, 20 de Maio ==> Convívio anual da "BRIOSA" 2415 em Montemor-o-Velho * * * *

domingo, 29 de maio de 2016

A VIDA...

Achei por bem, inserir no nosso blog um excerto do livro "Mendigos da Vida, do nosso camarada Sá Flores que eu achei interessante.

Escreveu o nosso camarada. Passo a citar:

"A vida é um tesouro preciosíssimo. Por tudo o que representa, deve ser por nós preservada, estimada e amada, para a gozarmos e prolongarmos o melhor que seja possível.
Infelizmente, existem factos que incrivelmente nos ultrapassam e que nos impedem de atingir a verdadeira expressão desse dever. Apesar da imensa vontade de viver que quase todos nós temos, o desejo que essa dádiva não nos seja tirada, somos confrontados por vezes com impedimentos abruptos da linha que tentamos seguir, como acontece em caso de algumas doenças e da guerra... Fundamentalmente da guerra! Sim, porque se é praticamente impossível  impedir que determinadas doenças conduzem à morte, o mesmo não acontece com a guerra, aquela que é a maior fábrica de destruição da vida. Esse monstro horrendo, tão prejudicial à Humanidade e ao Mundo, é normalmente provocado pelo homem, pelo seu fanatismo, pela sua ambição, pelo seu radicalismo, pela sua sede de poder." Fim de citação.


É verdade. "A vida é um tesouro preciosíssimo". O que eu vejo hoje? É que para muitos, esta frase não tem qualquer valor. Basta ver os telejornais e ler os jornais para se chegar a esta conclusão! Não há dia nenhum em que os mesmos telejornais e jornais não tragam notícias de assassinatos, violência doméstica, violações de toda a espécie etc, etc. Tudo isto, não tem razão de ser. Porquê? "Porque a vida  é um tesouro preciosíssimo." A vida quando se perde já não volta! Já não basta as guerras espalhadas por este mundo fora, para que outros causem o terror no meio da sociedade em cada dia que passe.
Cada um de nós, com certeza, já sentiu na pele a perda de uma vida. Deixo aqui um poema do nosso camarada Sá Flores que ilustra bem a perda de uma vida. Neste caso um Pai como pode ser uma Mãe uma pessoa de família ou um outro cidadão comum. Afinal, é também ele uma vida.

Dizem
que é a lei da vida.
Sim,
dizem isso.
Dizem
que é um caminho
que todos temos de seguir.
Sim,
dizem isso.
Mas, 
o que não sabem
aqueles que isso dizem,
é a dor que fica
ao vermos partir o nosso Pai!
As flores ficam negras,
sem perfume!
As nuvens e as estrelas descem,
envolvem toda a terra.
E nós ficamos perdidos,
mergulhados
na mais profunda,
densa cratera!




Neste Domingo chuvoso, por entre alguns raios de sol eu continuo "Amando a Vida"mesmo com coisas boas e más. É A VIDA QUE IMPORTA! O resto resolve-se!

Desejando a todos longos anos de vida, um abraço. SANTA.





Sem comentários:

Enviar um comentário