* * * * Sábado, 20 de Maio ==> Convívio anual da "BRIOSA" 2415 em Montemor-o-Velho * * * *

sábado, 6 de fevereiro de 2016

O Sol...

O Sol hoje não apareceu! Estou na Figueira da Foz. Não para ir á praia nem para ir ao carnaval mas sim para descansar um pouco e respirar este ar que tenho ainda aqui, no parque de campismo onde estou.
Como estou a falar no sol, aqui vai mais uma poesia de A. Veríssimo:

SOL

Sol que a cada dia
Espreitas  pela janela
Ajuda - me dá - me alegria
Que eu preciso dela

Sol tu és professor
Dás lições de liberdade
Com carinho e amor
Para toda humanidade

Sol do meu PAÍS
Classes não conheces
Estrela bela e feliz
Tens aquilo que mereces

Os patrões não concordam
Ao ver - te desaparecer
Irados se interrogam
Será? Que o vamos perder?

Os exploradores do povo
Que a tua luz alumia
Ficam com os nervos em fogo
Até que chegue o novo dia

...................................................................................................

ABANDONADO

Estou aqui abandonado
Sozinho sem ninguém
Como cão rejeitado

Só e sem condições
Obrigado a viver
Rodeado de tubarões
Sujeito morrer

Como cão humilde e pacato
Não faço desacato
Não ofendo o cidadão

Triste pelo MUNDO ingrato
Massacrar o pacato
Povo! Da minha NAÇÃO

......................................................................

                      Para todos um abraço e bom carnal ( para quem gosta). SANTA.



Sem comentários:

Enviar um comentário