* * * * Sábado, 20 de Maio ==> Convívio anual da "BRIOSA" 2415 em Montemor-o-Velho * * * *

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

S.MARTINHO...

Pois é. Já passou mais um ano e cá estamos no S Martinho. 
Estava eu ontem á janela a ver passar os comboios, pois para quem não sabe, os comboios da linha do norte passam a uns oito a dez metros da minha casa. Mas dizia eu, estava eu ontem á janela a ver passar os comboios quando passa o meu vizinho  o sr. António e diz: Então? Á janela? E se fossemos a minha casa beber uma água-pé? Não é má ideia! Disse eu. Vamos lá então. E lá fui. Palavra puxa palavra até que chegamos ao S. Martinho. São Martinho para ele, era S.Martinho... Então perguntei-lhe: Então o senhor não sabe nada sobre o S. Martinho! Eu só ouço falar no Verão de S.Martinho! Disse ele. Então lá lhe contei a história de onde vinha o verão de S. Martinho. Escutou atentamente, e ainda lhe expliquei que ele hoje é conhecido por S. Martinho de Tours, foi militar, monge e mais tarde Bispo, sendo depois considerado santo. Pergunta ele: quando é que ele nasceu? É pá. Agora é que você me tramou. Vamos lá mais um copo e espere que eu já venho. Não queria deixar o homem sem saber a data de nascimento de S. Martinho. Vim a casa, vasculhei um livro que tinha que falava sobre ele e lá descobri a data de nascimento.  Lá fui eu. Ó senhor António, já sei a data. Nasceu 316 d.C em Szombathely - Hungria e faleceu em 8 de Novembro de 397 em Candes - Saint - Martin, França.                         
 Olhe : avida dele decorreu no século IV. Oh senhor Fernando (ele trata-me pelo meu primeiro nome). Mas o senhor é como aqueles homens da televisão que falam destas coisas! Não senhor António. Vou lendo alguma coisa. Pois é, diz ele. Eu sei ler muito pouco. Tenho pena! Mas olhe: Disse (com um brilho nos olhos) acabei de tirar um curso de jardineiro. Custou, mas consegui! Mais uma água-pé e lá lhe fui dizendo: Sabe senhor António, o S. Martinho é festejado por toda a Europa. Embora haja outras tradições, cá em Portugal é provar a água-pé e a jeropiga e acompanhar com as castanhas assadas.. Não é por acaso que se diz:"no dia de S. Martinho vai á adega e prova o vinho" Pois é. Disse ele! Então para a semana tenho que comprar umas castanhas para assar e depois vou chamá-lo! Mas a água-pé está boa? Oh senhor António, uma maravilha! Pois é. Disse ele. Até faz a gente aprender umas coisas. Mais um copo para a despedida? Vá. Para a semana cá estamos para as castanhas.
O senhor António é uma pessoa com a idade já nos setentas, humilde, educada e trabalhadora. Amigo de ajudar os outros. O que começa a ser raro, nos tempos que correm... 
E pronto. É o que faz estar a ver passar os comboios... Para a semana , cá está ele a bater-me á porta para a castanhada que vai ser regada com a famosa água - pé! Mas parece-me que desta vez, o grupo vai ser maior.





Pois é. É assim avida. Mas são bocadinhos destes, que nos afastam das agruras da vida. São estas coisas que vividas na base da amizade, são o melhor da nossa vida.


Para vocês todos, um bom S. Martinho na companhia das vossas famílias com boas castanhas e se não for com água - pé seja com jeropiga ou moscatel do Douro!!!


                                                                       Do Santa com amizade, um grande abraço.





1 comentário:

  1. Que agradável lição de história, numa prosa tão saborosa!
    Um bom S. Martinho para o Santa, que não fica só a "ver passar os comboios", e para os nossos visitantes.

    ResponderEliminar