quarta-feira, 4 de novembro de 2015

QUEBRANDO O SILÊNCIO DO BLOG...

Quebrando o silêncio do nosso blog, aqui vai o último poema do nosso companheiro de guerra: Sá flores.

       A MINHA ÁRVORE

Eu tinha uma árvore
bela.
Tinha 
folhas verdes
frutos cor-de-rosa
e chorava
quando a tocava com a mão.
Um dia,
inesperadamente,
essa árvore transformou-se:
As folhas
ficaram negras,
os frutos caíram no chão!
Oh! Que bom seria
que a minha árvore
voltasse a ter
folhas verdes,
e dar frutos
cor-de-rosa.
E a chorar
quando eu 
a tocasse
com a mão.
             
                             Sá Flores.

                                                              Com um abraço. SANTA

1 comentário:

  1. Que mensagem tão profunda que nos toca a todos principalmente àqueles que foram arrancados das próprias raízes.

    ResponderEliminar