quarta-feira, 24 de junho de 2015

HOMENAGEM DE SAUDADE

O tempo, com a sua pressa em passar, não consegue apagar a saudade daqueles que ao meu lado estiveram na guerra. Os vivos, e em especial aqueles que faleceram. Ter memória curta é uma expressão que costuma usar-se quando determinados acontecimentos vão caindo no esquecimento. A solidariedade, ser companheiro, ter amizade e amigos, fazem parte das pedras fundamentais de um ser humano que se prese. A guerra ensinou-me isso. Ela foi traumatizante e de que maneira, mas ensinou-nos ao mesmo tempo sermos solidários e não esquecer aqueles que ao longo dos meses foram companheiros na vida e na morte. 
À muito tempo que procurava onde o nosso camarada SANTOS estava sepultado. Não conseguia. Graças ao nosso capitão AMADO que neste último almoço de aniversário da 2415 me deu algumas dicas, e  finalmente consegui! Não está no Entroncamento como erradamente está na lista militar, mas sim no cemitério de Alhandra. Hoje, dia 24, pus-me a caminho. Era o início de uma viagem rumo á saudade e homenagear em nome da 2415 com um simples ramo de flores aquele que foi nosso colega, e que eu estou muito directamente ligado a ele por motivos já contados no nosso blog. Era bom que o pudesse fazer a outros. Vamos ver...
É sempre bom lembrar a certas pessoas que por vezes se fazem esquecidas daqueles anos que foram inglórios, em que se combatia por uma causa perdida, em que muitos eram considerados «heróis» e se esqueciam dos outros heróis que combatiam no mesmo campo de batalha dos quais perderam a vida.
Para ti camarada Santos, que foste apanhado e perdeste a vida  numa guerra injusta, para ti camarada Carvalhito (que o Soares também já visitou) que com ele foste também apanhado na mesma emboscada, a nossa sentida homenagem, bem como para todos os outros nossos companheiros da 2415 que na mesma guerra pareceram.Era E caros amigos. Não podemos também esquecer todos os outros que embora não sendo da nossa companhia (2415) foram todos colegas do mesmo barco que tinha por nome: A guerra. Que todos descansem em Paz. Enquanto houver um camarada vosso, nunca serão esquecidos. Já basta aqueles que por lá ficaram ao abandono.

 Seguem as fotos que tirei para a sua memória ser perpetuada.









Para todos com amizade: SANTA.








Sem comentários:

Enviar um comentário