sábado, 20 de dezembro de 2014

NATAL


A FESTA DE NATAL, convida-nos a desejar para os outros, tudo aquilo que seja bom.
A FESTA DE NATAL, não pode ser um banquete de arrogância e de rejeição, mas sim manter intacta para todos a Alegria a que o Natal nos convida.
Quando é que o homem pára na sua louca correria para o abismo de indiferença, antecâmara da sua autodestruição, e se lança com simplicidade ao encontro dos outros homens que vivem todos os dias a seu lado e se ignoram?
NATAL, antes de mais, é acima de tudo, a atualização de cada uma das nossas ações na nossa vida e em cada dia que passa. Bastava para isso, que o homem partisse as correntes do isolamento em que vive, saltasse para fora da jaula onde o colocam a ânsia da grandeza, ânsia do poder, a ânsia do domínio, a avareza, a indiferença para com o próximo e fosse ao encontro dos mais necessitados e marginalizados pela necessidade injusta e a todos abraçasse com AMOR E FRATERNIDADE. Fraternidade, cuja regra nos deve sempre orientar sem distinções: pretos ou brancos, ricos ou pobres, da esquerda ou da direita, optando sim, e em todas as situações, pelos mais oprimidos, os mais indefesos, os mais rejeitados pela sociedade e tantas vezes por nós próprios.
CORRUPÇÃO, CORRUPÇÃO, CORRUPÇÃO. BASTA! Dinheiro (aos milhões) que desaparece sem deixar rasto. Depois vem um: não fui eu, outro não fui eu, outro não sabe de nada. Parem meus senhores! Basta de tanta mentira. Então quem foi? Fomos nós? O povo? Aproveitem a quadra que atravessamos e tenham pelo menos a humildade de dizer a verdade. Pensem naqueles que passam fome, das crianças, tanta gente que não tem dinheiro para comprar medicamentos e pagar a sua renda de casa. Já viram que todos os milhões que desapareceram poderiam suavizar estes problemas? Que confiança pode ter o povo, deste país de flores á beira mar plantado, em vocês? Pensem! É NATAL. Que a paz inunde as nossas almas e que o amor paire sempre sobre nós e que os nossos políticos aproveitem este tempo que estamos a passar e parem um pouco para pensarem, uma vez que seja, em todos nós. Que na noite de Natal, quando estiverem á mesa, pensem naqueles que nada têm para comer e nas crianças que gostariam de ter um brinquedo e não podem.  O mundo, caminha a passos largos para o abismo. É altura de encurtar o passo se é que ainda vamos a tempo! Que os homens se encham de boa vontade e que a avareza, o poder e o fanatismo, dê lugar à fraternidade, à paz e ao amor.

Que a Paz que de BELÉM nos chega, habite em cada um de nós, e faça brilhar, neste mundo conturbado  a PAZ e o AMOR.

O Ex. Furriel Santa deseja a todos os companheiros da 2415 e suas famílias, um SANTO NATAL cheio de PAZ e AMOR e um ANO NOVO com tudo o que seja de bom. Especialmente muita saúde. Estes votos, são também extensivos ás famílias dos nossos companheiros que já partiram, aos que partilham connosco o nosso blog e ainda a todos aqueles que pelo mundo nos têm seguido.

                     UM ABRAÇO DO TAMANHO DO MUNDO PARA TODOS.

                                                                                                         Ex. FURRIEL SANTA.

                                                      

Sem comentários:

Enviar um comentário