terça-feira, 26 de março de 2013

De Lione ao HMLM...
e um poema com trotil e peixe no Luatize

Por: F. Santa






Um momento de descontracção... Estou na entrada para a nossa caserna no Lione.





A próxima  é   no Hospital Militar de L. Marques. Na foto (círculo) está a famosa Avozinha da Cruz Vermelha de que tanto já  falei no nosso blog.


Mais uma para recordar a minha passagem pelo H. Militar em Lourenço Marques:
No círculo sou eu e com a seta está o director do Hospital. Do lado esquerdo,  algumas senhoras do M. Nacional Feminino e da Cruz Vermelha.

Na frente... acho que não é preciso dizer nada. São bem visíveis os efeitos da guerra. Mas estes nem eram os piores!

De seguida, e continuando na companhia do nosso camarada Capitão Calvinho, mais um poema da sua autoria:

                  

 Para todos um abraço. 
SANTA.

1 comentário:

  1. Os poemas do Cap.Calvinho sinto-os como se fossem meus. Cada uma das frases continua agarrada à nossa consciência sem se soltar. Vá-se lá saber porquê?!
    Para mim eram amigo Calvinho, a carne de corvo era rija que nem "cornos". Um daqueles espécies que se alimentava na nossa lixeira junto ao arame farpado, foi parar à panela. Só que depois não houve dentes para a mastigar! (Lembras-te Moreira?)
    Abraço para a malta, A.Castro

    ResponderEliminar