segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Por: F. Santa


     

Caros camaradas da 2415, desejo a todos uma boa passagem de ano e que o 2014 vos traga tudo de bom com muita saúde, paz e amor para vocês e toda a vossa família. Os mesmos desejos estendem-se a todos os outros camaradas de guerra e a todos aqueles que visitam o nosso blog.
                              

PARA TODOS UMA BOA CONTINUAÇÃO DE FESTAS FELIZES!

                                                SANTA

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

* * * N A T A L * * *

Por: F. Santa
          

Cá estamos nós outra vez no Natal. Parece que ainda há pouco tempo era Natal! O tempo voa a uma velocidade estonteante. À nossa volta, como coruja agoirenta, as peripécias da vida fazem-nos esquecer o tempo como se ele não existisse! Somos metralhados todos os dias pela tal coruja agoirenta que causa tanta agonia e tristeza em tantas famílias. O tempo voa e ao mesmo tempo contempla-nos aqui e ali com o mau, mas com o bem está a tornar-se raro.
Afinal o que é o Natal? O que celebramos? Para os que são católicos, celebra-se o nascimento de um menino, menino que os profetas anunciaram, que os justos de Israel esperaram e que os Pastores e os Magos adoraram em Belém de Judá. Deus feito Homem. É por isso que festejamos (crentes e até não crentes) este dia 25. NATAL. Portanto a grande dádiva deste acontecimento é a misericórdia, a paz e o amor.
Pergunto eu: Como podem os homens fazer guerras e festejar o Natal? Como podem os homens odiar-se e festejar o Natal? Como podem os homens obstruir a liberdade dos povos e festejar o Natal? Como podem os homens que vivem na opulência e no luxo à custa dos mais pobres? É uma autêntica contradição!
Que os homens que têm em suas mãos os destinos políticos, sociais e económicos da Nação em que nós vivemos, que é Portugal, saibam fazer tudo para que a pessoa humana cresça, sem limitações, com os seus desejos realizados, com acesso a instrução, à cultura, à saúde por parte de todos, sem classes, sem idades, sem diferenças. Tudo isto tarda já a construir-se.
Gostaria que este Natal iluminasse as inteligências dos nossos políticos bem como os seus corações e que nos conduzam a um Santo Natal e que o novo ano seja de Paz, de Amor, de Verdade e de Justiça. Que haja trabalho para todos e deixe de haver tanta desigualdade e que o pão de cada dia não falte.
Caros camaradas. Neste dia, quando estivermos na consoada com os nossos familiares, não nos esqueçamos daqueles que já partiram e cujas famílias celebram o Natal sem a sua presença. Para elas um Santo Natal muito especial.

Caros amigos e companheiros da 2415. Desejo a todos vós um Santo e Feliz Natal bem como ás vossas famílias. Muita paz e muito amor, tudo isto regado com muita saúde.

Para todos os outros companheiros de guerra, vão os mesmos votos sinceros, bem como para todos aqueles que têm visitado o nosso site.

           Do SANTA um grande abraço para todos.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

CONTINUANDO...

Por: F, Santa  




Aqui vão mais duas fotos do “rabusco”

 


Aqui a coisa já estava a correr melhor. Fazia-se de tudo 
 para passar o tempo… pois de hospital
 já estava farto!

      Por agora é tudo. Vamos ver o que se segue! 
Um abraço.
                                  SANTA.

                                                 

domingo, 8 de dezembro de 2013

FUI AO “RABUSCO” E ENCONTREI!


      Por: F. Santa     
(29/11/2013)
Depois deste maravilhoso verão de S. Martinho, espero que todos se tenham regalado com umas boas castanhas e uma boa jeropiga!
E ainda como diz o ditado “ em dia de S. Martinho vai adega e prova o vinho”. Isto para aqueles que têm adega! Eu cá por mim, castanhas comi algumas. Jeropiga também. Vinho é que nada. Não bebo! Vamos lá então:

Quando eu era criança, no fim das vindimas ia sempre às vinhas para encontrar algumas uvas ou esgalhas delas esquecidas no tempo por quem vindimou! Isto é o que nós chamávamos “Ir ao rabusco”! Fui o que eu fiz, ir ao “rabusco” para ver se encontrava algo esquecido em tantos álbuns de fotos que tenho. E encontrei algumas fotos minhas não editadas no nosso blog!

                Estas foram tiradas em Lione, no campo de jogos:                
                            


                 

 Mais uma vez um abraço para todos. SANTA.


quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

MUEDA - memórias de 1970 (III)

Manuel Soares

As  " Máquinas voadoras " :




 ... E (de Mueda) mais não tenho ...


sábado, 30 de novembro de 2013

MUEDA - memórias de 1970 (II)

Manuel Soares

   Agora os "edifícios notáveis" da então capital militar do Cabo Delgado, em pleno "planalto dos Macondes" :

Estou convencido de que este era o Posto Administrativo (civil)

E, a seguir, duas vistas do Quartel General:



E hoje só mais duas: o Hospital e a Capela:







domingo, 24 de novembro de 2013

MUEDA - memórias de 1970 (I)

Manuel Soares

A minha permanência em Mueda foi muito breve. Tinha viajado desde Nampula num NORATLAS e segui logo para o Sagal que era o meu destino. Não sei a data precisa, mas não deveria andar muito longe da Páscoa de 1970. Mesmo assim, lá fiz uma dúzia e tal de fotos que me lembrei de partilhar aqui no Blog, apesar de não dizerem respeito à 2415. As de hoje referem-se ao aldeamento de Mueda, especialmente a "ida à água"... e dispensam qualquer legenda.











domingo, 17 de novembro de 2013

MAIS UMA VEZ ... RELEMBRANDO

Por: F. Santa  


Relembrando um texto já publicado no blog, eis o Boing 707, a velha máquina da TAP que eu conheci numa célebre viagem que já foi contada (e podem reler clicando aqui )...
Ainda para recordar, mostro como era apresentada a ementa de bordo! 





Quanto a mim, que conheço o passado e o presente, parece-me que na altura era um pouco melhor... Mas isto é a minha opinião. Quanto ao conforto, bem, aí…



                   Por hoje é tudo. Uma abraço. SANTA.



quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Lembrando ...

Por: F. Santa

                     ... aqui vão as restantes fotos da festa realizada no H. M. de Lourenço Marques (mencionada em 31/10)  :
/


                Por agora termino enviando um grande abraço para todos.

                                                            SANTA

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

06-11-1969

Recordamos

JOÃO VAZ DOS SANTOS

que fora ferido no accionamento de mina em 30 de Outubro

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

MAIS UM SOPRO DO NOSSO BLOG!!!

Por: F. Santa 

Como disse no meu último texto, se aparecesse mais qualquer coisa para publicar, eu voltaria a entrar. Pois aqui estou eu então! É o bichinho!!!



Estas fotos, são a sequência de outras que já foram publicadas algures no nosso blog. Sendo assim, encontrei mais 7 fotos das quais publico agora três, indo as outras a seguir.
Para lembrar, isto foi uma festa oferecida pelas Senhoras do M. N. Feminino, no H. Militar de L. Marques na altura em que estive lá internado. Já agora para lembrar também, e segundo ainda me lembro, estes dois grupos eram da África do Sul.


      Um abraço para todos.
                                                        SANTA.


 

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

30-10-1969

Foi o dia em que os companheiros

JOAQUIM FRANCISCO RODRIGUES DA SILVA
e
AVELINO AUGUSTO CORADO
 faleceram na guerra em Moçambique
Honramos a sua memória

(sobre este terrível ocorrência que provocou mais vítimas, já houve no Blog excelentes intervenções. Sugiro que releiam  esta  esta )


terça-feira, 22 de outubro de 2013

O MEU BAÚ FICOU VAZIO

                         Por: F. Santa


Era inevitável. Tanto rebusquei, que o meu “baú” ficou vazio. Sei que o meu ficou vazio, mas sinto cá no fundo, que muitos camaradas da 2415 não foram ao seu “baú” e outros não chegaram sequer ao fundo dele e tirar cá para fora, tudo o que faz parte das recordações da nossa passagem por CAV 7 e Moçambique e partilhar com todos nós essas mesmas recordações. Isto, é um vazio que ficou no nosso blog, mas fico com a esperança que alguém ao ler este texto não fique indiferente a ele.
Eu sei que tudo tem um princípio e um fim, mas o fim só é fim quando nada mais há a fazer. Não é o caso! Este fim pode ficar adiado para mais tarde, assim a força de vontade impere.

No princípio era assim…  O nosso blog era bonito e frondoso como esta árvore…


 Depois foi ficando assim…
 
 Nem de propósito. Estamos no Outono. Altura em que as folhas das árvores começam a cair. Que o nosso blog não caia como as suas folhas. Eu sei que elas voltam a rebentar. Oxalá que o nosso blog siga o mesmo ciclo!

Camaradas. Este é (ou era) o cantinho da nossa saudade. Tantos camaradas da 2415 que já partiram, não tiveram a sorte de partilhar connosco as suas histórias no nosso blog e as histórias nele publicadas. Nós que ainda cá estamos, poderíamos fazer deste cantinho o “pombo-correio” entre a malta. É a forma de compartilharmos as amizades que foram construídas e compartilhadas ao longo do tempo em que estivemos juntos.

Da minha parte, julgo que cumpri o meu dever para com o blog. Tenho pena que outros não tenham seguido pelo mesmo caminho que eu segui. Tantas promessas feitas ao longo do tempo por camaradas da nossa companhia que não foram cumpridas. É pena! Pode ser que alguém ainda me surpreenda!

             “ Há coisas que parecem impossíveis e até mesmo irrealizáveis. Mas, nada escapa ao estímulo, ao trabalho e à força de vontade”
  J. A. ROSENKRANZ

             O Santa não esquece os camaradas da 2415. Eu estarei sempre alerta enquanto o blog estiver aberto. Nem que seja para dizer um OLÁ! Se alguma coisa nova aparecer de interesse para o blog, cá estarei nele para o Soares a publicar. Quem me dera ter assunto para todas as semanas enviar!

Sendo assim, fico por aqui à  espera do futuro!! Pode ser que traga algo de novo. Um abraço para todos em geral e em particular para a malta da 2415 e em especial (pois foi com quem estive mais vezes em contacto) para o meu grande amigo Ex. Alferes Soares.
Cá fico à espreita!!  Qualquer coisa cá estou eu!

  Ex. Furriel SANTA.


sábado, 19 de outubro de 2013

Dantes paludismo, agora malária !


                                       (O terrivel "predador" de África o mosquito fêmea "anófeles")

Sem medo de errar digo que muitos compatriotas, militares e não só, que por este Moçambique andaram a penar e outros a tratar da vidinha, afinal de nada valendo, foram atacados por este terrivel insecto que deixa qualquer um em estado lastimoso, podendo chegar  até a situações extremas de morte.  Se a pessoa tem o azar de ser picada por uma fêmea do mosquito é certo e seguro que mais ou menos entre o 7º e o 35º dia entra numa situação fragilizada e depauperante, chegando a estados febris graves que podem atingir 41 graus.

Lembro-me que durante a minha estadia em Lione não consegui fugir à regra e fui também "massacrado".  Tive a sorte de precisamente nesse dia ter pousado no campo da bola um helicóptero trazendo um médico, pois vinha evacuar um companheiro, não lembro quem, e ter-me tratado da maleita in loco, deixando a recuperação a cargo  dos nossos "técnicos de saúde".  Sei que passei mal e atingi os 40 graus. Uma vez mais, por nunca ser demais, agradeço ao meu amigo Moreira ter olhado por mim naqueles momentos difíceis. Admiração eterna, amigo.
Diziam-nos que aquela doença se chamava de "paludismo" e os nossos mentores na arte de guerrear aconselhavam que tomássemos um comprimido de cor amarela, composto de quinino (parece que estou a vê-los) como preventivo contra os efeitos dos ataques do dito "predador", julgo que uma vez por semana.
Como a ignorância era o nosso prato forte, muitos de nós não ligava a mínima importância e conheci até alguns que faziam trocas comerciais com os autóctones trocando os comprimidos por bananas e outros. 
Bom, mas isto foi dantes, de 1968 a 1970 e, que eu saiba, todos os atacados pela preocupante e incómoda doença, regressaram sãos e salvos à santa terrinha, apesar de ficarem sujeitos durante mais alguns anos  ao posterior surgimento de novos sintomas do mesmo mal, devido ao parasita continuar incubado.

Agora em 2013, e mais conhecida por "malária", só num ano, período da minha estadia aqui, a minha filha teve a infelicidade de já ter tido sete episódios e 2 a minha mulher desta terrivel doença.  Vou escusar-me de detalhar os pormenores, mas acreditem que não é nada agradável assistir ao desenvolvimento da doença naqueles que amamos. É penoso e muito preocupante, principalmente enquanto não saem os resultados finais do laboratório.
A convalescença é normal mas a recuperação total demora ainda algum tempo, senão meses.

Todos julgamos que este mosquito existe mais nas áreas poluídas das zonas urbanas (águas estagnadas, esgotos a céu aberto, lixeiras, etc)  ou no mato por causa da vegetação, mas há coisas difíceis de acreditar.
Eu próprio já fui picado várias vezes (felizmente por machos) apesar de usar repelentes a partir da noite, e sabem onde isso aconteceu nas duas ultimas vezes?  Quem havia de dizer?
- A 1ª foi precisamente no hall do Hospital Privado (o melhor estabelecimento de saúde de Maputo) onde a minha esposa esteve internada. A fim de descansar um pouco desloquei-me até ao hall da recepção onde me sentei, esticando as pernas e logo aí fui picado nos  tornozelos.  Claro, entrei em pânico, pois já não havia nada a fazer! 
- A 2ª foi no Hotel Rovuma, um dos bons hotéis desta cidade, também sentado no hall de entrada, aconteceu-me a mesma coisa fui picado de novo nos tornozelos.
Apesar de não ter passado ainda o tempo  limite para a infecção se declarar, quero acreditar que nada de mal me irá acontecer.

Em traços gerais, e devido à minha forçada "formação" nesta especialidade, alerto a todos aqueles que por aqui tenham de andar, principalmente a quem tem crianças, ou que estão a pensar em vir para não facilitarem. É grave de mais. E aquela   "máxima":  Eu combato os mosquitos com uns bons  whiskeys, isso é treta!!

Por ser verdade a decisão está tomada e, assim sendo, até breve,com um abraço, A.Castro


sexta-feira, 11 de outubro de 2013

11-10-1969

Dia de honrar o

 HENRIQUE RODRIGUES

no aniversário da sua morte
na guerra

 (relembre aqui e aqui)

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Mais 3 imagens...

Por F. Santa  
Remando contra a maré, aqui vão mais algumas fotos que retratam alguns momentos da nossa Companhia.
 A primeira será junto à missão de Massangulo:



A segunda parece ser algures na mata na apanha de lenha: 



A terceira julgo ser perto do Lione, numa patrulha de prevenção junto da aldeia:

   

Quem souber mais destas fotos, está à vontade para comentar!

                                      Um abraço. SANTA.



sábado, 21 de setembro de 2013

VEJAM SÓ. ABRAM O APETITE …

Por: F. Santa


    Como prometi, aqui está a ementa especial do almoço no Paquete Angola no dia 23 de Novembro (Domingo) de 1969. Digam lá se não era uma delícia!! Claro que no programa constava ainda a parte musical e o respectivo baile! Mas… de muletas não dava muito jeito!!

Na foto seguinte, pode ver-se o nosso alferes Meira na parada de Lione, no içar da bandeira Portuguesa. Será?


     Diga quem se lembrar!
 


                   Para todos um grande abraço. SANTA.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

CINEMA A BORDO...

        Por: F. Santa        
                 


 Mais uma recordação (que encontrei por acaso em casa) aquando da minha evacuação para Lisboa no Paquete “ANGOLA”. Este foi o programa cinematográfico a bordo na Quarta-Feira, dia 14 de Novembro de 1969. Para a próxima (também por curiosidade) vai uma das ementas a bordo.
     

     Sempre que eu vasculho em caixas perdidas no tempo, encontro  qualquer coisa que diga respeito ao folhetim do Ultramar! Nesta viagem, passou-se comigo um episódio  um pouco triste: Uma das escalas do navio foi em DURBAN (África do Sul). Eu conheci a bordo uma enfermeira portuguesa que era de cor (de S. Tomé e Príncipe) e que vinha também para Portugal. Durante algumas horas que o navio esteve ancorado, resolvemos ir dar uma volta. Não fomos. Pois à saída do porto fomos barrados pela polícia. Porquê? Eu (branco) não podia acompanha-la ou ela a mim por ela ser de cor! Ainda tentei dizer que eramos portugueses e que em Portugal não era proibido. Mas o que eu fui dizer. Vi o caso mal parado. Resultado? Voltámos para o barco. Depois, já não voltei a sair para que ela não tivesse ficado ainda mais triste com a situação. Era o racismo na sua plenitude.


      A foto que se segue é o nosso camarada Carlos Silva com algum material de guerra apreendido.

              

Camaradas. Por onde andais? O nosso site está cada vez mais pobre! Estará ele também afectado pela “TROIKA”? Espero que não! Vamos lá. Onde está a malta que nos convívios anteriores prometeu contar as suas histórias e mandar as suas fotos? Ainda há tanto por contar!! Venha daí o sopro da vida para o nosso site!

                        Para todos, mais um grande abraço do SANTA.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

A CHEGADA DO CORREIO…

 Por: F. Santa 
                           


         E esta  julgo que jà é quando fomos para o Norte do Niassa: é o lavar da loiça!!



          E agora... um dos nossos repórteres de serviço no convívio deste ano: O Soares!
                             
       



Estive alguns dias fora do país. Quando cheguei tomei conhecimento do flagelo que são os incêndios. É arrepiante.


Camaradas. Peço desculpa. Mas não nos fica mal neste momento o nosso site prestar homenagem àqueles que  combatem (de uma maneira diferente do que foi a nossa) os incêndios no nosso país. Diferentes de nós, mas nem por isso deixam de ser valentes e destemidos perante um inimigo, também ele diferente do nosso. Bem hajam pela sua abnegação em prol de todos nós pondo muitas vezes em causa as suas próprias vidas. Algumas delas foram já ceifadas. O nosso site deixa aqui as nossas condolências às respectivas famílias e às corporações a que pertenciam. Um obrigado a todos os Bombeiros Portugueses. Eles merecem a nossa admiração.


                Para todos, aqui vai mais um abraço do SANTA.                

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Dueto (s) ...

Por:  F.Santa



Que bem que este duo cantava. Já não me lembro do nome do camarada que está ao meu lado. Só me lembro que ele era de Tomar...
           

      Reparem só no estilo do nosso camarada Carlos Silva!

                                          


O mesmo Carlos Silva, algures… em Moçambique junto aos destroços de um avião de combate T 6.


Para todos aqui vai mais um abraço do Santa, esperando por mais intervenções da malta. Fico à espera.