quarta-feira, 14 de novembro de 2012

A visita ao VILAS BOAS

Por: Amândio Baptista



Conforme publicado em “comentários”, a minha visita ao Vilas Boas, tinha como objetivo proporcionar-lhe a visualização geral do nosso blog. Se por um lado isso foi gratificante para mim, também teve um senão. É que o blog é tão extenso, que por razões de tempo nos limitamos a ver apenas uma parte e, mesmo assim, principalmente os títulos e as fotografias. A propósito, como me parece, há poucas fotografias dele, daquela época, eu queria muito mostrar-lhe a foto onde ele está devidamente equipado e perfilado com os outros membros da equipa, prontos para mais um confronto que nos ia deliciar com mais uma excelente exibição. Já antes abri várias vezes essa página, por acaso. Nesse dia queria encontra-la, mas não consegui. Nas fotografias que fomos vendo, ele também não estava. Assim, terminámos a sessão tirando uma fotografia através da câmara do computador. E aí está ela, apesar dos recursos limitados de que a câmara dispõe, ajuda a documentar esse dia.

«Nota da Redacção» : aqui se reproduz a tal foto com o Vilas Boas equipado e perfilado ...

2 comentários:

  1. Olá Amândio Baptista. Fiquei contente por ver a foto do nosso camarada Vilas Boas e ao mesmo tempo realçar a solidariedade da 2415 para com os nossos camaradas com problemas (especiálmentefísicos).Já estive em casa do Coelho em V. Real de Santo António,está amputado de uma perna e com outros problemas: dão-lhe ataques. Mais tarde estive em Beja com o V. Galo também com problemas, e claro também já estive com o nosso camarada V. Boas com o Soares e o Morgado.Tenho também estado em contacto com o nosso camarada Pires. Já está viúvo e com a filha em estado muito grave. Tenho lhe dado o meu apoio pelo telefone mas penso visitá-lo. Todos eles com problemas. É pena que as distâncias sejam tão grandes e a vida não está fácil.Se fomos camaradas na guerra, temos que continuar a ser camaradas na vida civil.Estes são os que sabemos. Quantos mais não estarão assim e a precisar de uma palavra amiga. Eu sei quanta alegria não foi quando visitei os nossos camaradas e quando falo com o Pires. Daqui vai o meu abraço para todos eles. Para ti um grande abraço deste teu camarada e amigo: Santa.

    ResponderEliminar
  2. Ao rever o amigo Vilas-Boas na foto, não posso deixar de confirmar quantas das vezes a vida nos é madrasta.
    Quem lá for da proxima vez dê-lhe um abraço por mim.
    Sobre a equipa de futebol do seu pelotão realmente mostra garbo e aprumo. Mas só isso, pois quanto a qualidade futebolistica não eram grandes "players"!
    Foram bons momentos passados em Lione quando, nos intervalos da guerra, nos divertiamos aos xutos e pontapés!
    Abraço para todos.

    ResponderEliminar