sábado, 7 de abril de 2012

PÁSCOA

Por:  F. Santa
     O ano 2011 já  lá vai. Com mais ou menos dificuldades já estamos em Abril de 2012. O Carnaval também já lá vai e a Páscoa está à porta. O tempo voa e os dias atropelam-se uns aos outros como se os ponteiros do relógio tenham aumentado a sua velocidade. É o tempo caminhando para parte incerta, tirando a certeza à vida. Andamos todos numa vida desenfreada como se percorressemos uma estrada sinuosa e cheia de buracos, e depois? Chegando ao fim da mesma, nada encontramos para o nosso conforto. O homem cada vez é mais frio, porque não faz silêncio no seu interior, toma geralmente um comportamento estranho que nada tem a ver com a paz, esquecendo-se que a paz constrói-se na alegria da pessoa humana. Que fazemos nós? Andamos desgostosos, deixando passar o dia-a-dia, em que mais não fazemos do que ir morrendo sem Esperança. Que isto não aconteça. Que esta Páscoa nos traga mais alento para encararmos o futuro, pois (segundo a minha opinião) não vai ser fácil.
A inteligência tem de ser clarificada pelo amor que é o fundamento da nossa vida. Que os homens que têm em suas mãos os destinos políticos, sociais e económicos da Nação em que nós vivemos, saibam fazer tudo para realização plena dos desejos de todos, sem classes, sem idades, sem diferenças. Que parem todos para pensar!
Desejo a todos os camaradas da C. Cav. 2415 e às suas famílias, bem como aquelas dos que partiram, e ainda a todos os camaradas de guerra e visitantes do nosso site, uma Santa Páscoa com muita saúde, paz e amor. Que as amêndoas da Páscoa nos tirem o amargo que existe em nós e nos adocem mais a vida!
Para todos, uma Santa Páscoa e um grande abraço deste sempre vosso amigo   SANTA.

(Camaradas da 2415, estamos quase a chegar ao dia 5 de Maio, dia do nosso convívio anual. Preparem a vossa vida com tempo para responderem à chamada. Contamos convosco!)


Sem comentários:

Enviar um comentário